Bady Bassitt

Filha é suspeita de agredir e violentar mãe de 82 anos em Bady Bassitt (SP)

autor: Da Redação/Gazeta do Interior

Publicado em

COMPARTILHE!  

Uma filha é suspeita de agredir e violentar a própria mãe, de 82 anos, em Bady Bassitt (SP). A vítima conseguiu procurar a polícia e registrar o caso.

De acordo com o boletim de ocorrência, a idosa procurou o Plantão Policial de São José do Rio Preto, ontem à tarde, acompanhada de uma outra filha e comunicou os fatos. Para a Polícia, ela disse que mora com uma filha, de 64 anos, há aproximadamente 3 anos, no bairro Colina Sul, em Bady Bassitt, e que há 2 anos vem sofrendo maus tratos por parte da filha.

A vítima conta que é ofendida com palavras de baixo calão e sofre violência psicológica. Relata ainda que tinha uma cachorra que era maltratada pela autora, onde, proibia a vítima de dar carinho ao animal e que acabou morrendo há 15 dias.

A idosa relata também que era proibida de dormir na hora que ela quisesse e que ainda retirava o colchão onde ela dormia. Diz ainda que podia pegar comida somente na hora que a filha quisesse dar.

Em momentos de raiva, a filha puxava a mãe pelos cabelos, balançando a cabeça da idosa, a ponto de se desequilibrar, cair e se machucar. A vítima diz ainda que era ofendida com palavras como "desgraçada, safada, sem vergonha, mentirosa e porca",  com o dedo apontado na cara pela autora.

Para a polícia a idosa disse que teve muito sofrimento mental e físico, e que não suporta mais tal situação e humilhação, onde decidiu se mudar para a casa de uma outra filha na cidade de Campinas (SP).

O caso foi registrado como violência doméstica, violência psicológica contra a mulher, injúria e vias de fato. O boletim de ocorrência será encaminhado para a delegacia de Bady Bassitt que deverá instaurar inquérito policial para apurar os fatos.

Procurada pela reportagem, a filha da idosa disse que não vai responder nada e que as acusações são mentirosas.