Gazeta em Vídeo

Nova Aliança

Empresa de Nova Aliança (SP) recicla cerca de 200 toneladas de PVC por mês

autor: Luiz Aranha

Publicado em

COMPARTILHE:  

Uma indústria de reciclagem de plástico de Nova Aliança (SP), tem sido um agente valioso na contribuição com o meio ambiente. Isso porque tubos, forros e todo tipo de material de PVC que antes iam parar em aterros sanitários, agora é reciclado e transformado novamente em utensílios para a construção civil.

Tudo começa com o trabalho do catador de reciclagem que recolhe o material e destina para a empresa. O valor do quilo chega a ser comprado por até R$ 3,00.

Davi Della Coletta é um dos sócios da indústria e fala que todo material primeiro passa por um processo de seleção, trituração e até descontaminação.

“Todo material que chega da rua é classificado, passa por um processo de triagem de cor, depois é triturado, lavado em uma lavadora descontaminadora e em seguida vai pra secadora, onde já está pronto para voltar para a indústria e ser transformado novamente em tubos de PVC”, explica.

​Policloreto de vinila ou mais conhecido como PVC, que antes não tinha utilidade, agora tem se transformado em uma grande fonte de renda.

​Jonathan Derti e a esposa estavam há seis desempregados e recentemente foram contratados na empresa. Ele fala da importância de estar empregado, ainda mais diante de um momento tão difícil como o que estamos enfrentando de pandemia.

“Foi muito bom esse emprego, pois eu estava na luta, só vivendo de bico e agora estar registrado é muito bom. Ainda mais a gente que paga aluguel, estar registrado é maravilhoso”, afirma.

Todos os dias, de 10 a 12 toneladas do pvc são processados na indústria. O outro sócio, Valter Della Coletta, fala da importância de todo esse material, que levaria milhares de anos para se decompor, ser reutilizado.

“Todo esse material que ia parar em aterros sanitários ou beira de estrada ganha um rumo diferente e volta a virar o mesmo material. Além da importância ambiental, temos a geração de empregos, que hoje estamos com cerca de 10 funcionários, porém, até o final do ano já temos a intenção de expandir a empresa e gerar até 25 empregos”, finaliza.