Tabapuã

Tabapuã (SP) decreta lockdown e fecha até supermercados por sete dias

autor: Gazeta do Interior

Publicado em

COMPARTILHE!  

A Prefeitura de Tabapuã (SP) decretou no fim da tarde desta última sexta-feira (11/06/2021) lockdown por sete dias. Até serviços considerados essenciais, como supermercados, não poderão atender presencialmente.

O documento assinado pelo Prefeito, Silvio Cesar Sartorello, decreta que a partir da 0h da próxima segunda-feira (14/06) até às 23h59 do dia 20 de junho, seja adotada medida de quarentena para toda a cidade. O toque de restrição das 21h às 6h, imposto pelo Estado de São Paulo, continua valendo na cidade que volta agora para a fase vermelha do Plano São Paulo.

Todos os serviços municipais estão suspensos, exceto serviços de saúde, de segurança, de saneamento básico, de coleta de lixo orgânico, de assistência social, serviços funerários e cemitérios. O atendimento presencial está suspenso em todos os estabelecimentos comerciais da cidade, inclusive supermercados, minimercados, mercearias e farmácias, que poderão funcionar somente na forma de delivery.

Atividades religiosas, serviços bancários, lotéricas, escritórios de contabilidade, advocacia, consultórios odontológicos e outros serviços também estão suspensas neste período. Postos de combustíveis poderão funcionar das 6h às 20h, ficando proibido o funcionamento de lojas de conveniência.

Oficinas mecânicas poderão atender apenas casos de urgência e emergência. Nas ruas as pessoas só poderão circular para procurar atendimento médico de urgência e emergência ou se for trabalhar nos serviços permitidos, desde que comprovada por qualquer meio idôneo.

Quem descumprir a medida poderá ser multado entre R$ 300 até R$ 2,5 mil, podendo, os comércios, terem seu alvará de funcionamento cassado. Quem for flagrado realizando festa ou qualquer tipo de aglomeração poderá ser multado entre R$ 1 mil e R$ 5 mil, além de responder criminalmente por espalhar doença infectocontagiosa.

As medidas mais rigorosas foram adotadas por conta do avanço da doença no município. Só ontem, 38 pessoas tiveram resultados positivos para a COVID-19. 258 pessoas estão com o vírus ativo, sendo que 242 pacientes em isolamento domiciliar e 16 estão internados. Desde o começo da pandemia a cidade já contabiliza 1.560 casos positivos para COVID-19 e 47 óbitos.
 
Confira o Decreto Municipal na Íntegra: