Vila São João ou Vila Bode; conheça a história de um dos bairros mais antigos de Potirendaba

Posted by at 9:06 Comments Print

Bairro Vila São João pouca gente ou quase ninguém possa ter ouvido falar, mas Vila Bode, praticamente toda a cidade de Potirendaba conhece. Local de grande concentração de nordestinos, o bairro que já foi palco de vários crimes, hoje vive a tranquilidade de famílias antigas do município.

A cidade que é campeã em apelidar bairros se encarregou em nomear mais este. Segundo relato de moradores, no passado, bodes ficavam espalhados pelas ruas do bairro, onde se alimentavam no pasto de frente às residências.  O proprietário dos bodes era João Bode, hoje já falecido.

Com o passar dos anos, novos moradores foram surgindo, os bodes foram extintos, mas os outros animais como mulas, cavalos e vacas nunca deixaram de fazer parte daquele típico cenário rural dentro da cidade.

A área de pastagem já foi denúncia da Gazeta em junho do ano passado, onde moradores próximos reclamavam do depósito de lixo e da criação de animais. Meses após a denúncia, o proprietário cercou a área e hoje o cenário é outro.

Mesmo ainda tendo animais no local, hoje não existe mais depósito de lixo e o que, antes era abandono, aos poucos vai virando uma área harmoniosa. Uma paineira com mais de 30 anos, de pelo menos seis metros de altura, compõe o cenário e sua sombra durante as tardes é apreciada pelos moradores que sentam em baixo dela para conversar e até tomar cerveja.

Elton Ferreira de Carvalho, de 48 anos, que é conhecido como “Kojak”, é morador dalí há 37 anos. Seu avô foi o fundador do local.

“Eu amo esse lugar. Aqui pra mim é paz. Violência tem em todo lugar, mas aqui se tornou tranquilo. Nesse lugar tem famílias, pessoas que gostam de viver aqui sem problema nenhum”, comenta.

O local desperta interesse e curiosidade de quem passa na única rua do bairro que dá acesso ao bairro Luís Pastorelli. Os únicos comércios são uma borracharia, um bar e um posto de combustíveis.

O bar reúne um grande número de nordestinos e iguarias dos mais variados tipos são vendidas. Passagens de ônibus para o estado da Paraíba não poderia faltar no comércio.

Moradora do local há nove meses, nossa reportagem encontrou dona Joana Francisco da Silva Souza estendendo roupas na cerca da área de pastagem. Ela fala que pelas condições financeiras da família, a Vila Bode foi o local escolhido pela família.

“Aqui é um lugar maravilhoso. Como minha casa é pequena e não tenho onde estender as roupas, uso aqui mesmo para colocar para secar. Hoje moro com meus filhos e meu marido aqui”, conta.

O prefeito de Potirendaba, Flávio Alves, que chegou a morar no bairro, conta que também tem lembranças do passado. Ele relata que um conhecido Pedro Jandira morava em baixo da ponte que liga os dois bairros.

“As crianças gostavam de nadar no rio e como esse senhor morava lá, ele cuidava e não deixava ninguém nadar alí. Ele andava pela cidade com uns três ou quatro cachorros e de baixo da ponte fazia a comida dele, vivia ali mesmo”, relata.

Questionamos o prefeito se há intenções de investimento no local e ele afirma que planos não faltam. “A área em frente ao bairro é um grande terreno que poderá servir de loteamento e a intenção então seria construir uma avenida naquele local. Infelizmente o que falta é recurso”, afirma.

Mesmo com tão pouca estrutura de vida e moradia do bairro é possível notar ao conversar com os moradores, a felicidade no olhar de cada um, a alegria da simplicidade em viver na famosa Vila Bode.

(Matéria publicada na edição impressa da Gazeta do Interior do mês de janeiro de 2018)
(Fotos: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts