Vereadores abrem mão e José Marcos Teixeira deve ser o novo presidente da Câmara de Potirendaba

Posted by at 11:25 Comments Print

Sete parlamentares que poderiam disputar a presidência da Câmara dos vereadores de Potirendaba abriram mão e José Marcos Teixeira (PRB) deve ser escolhido o novo chefe do Legislativo a partir de janeiro de 2019. A votação feita pelos próprios parlamentares acontece na noite desta quarta-feira (19/12/2018).

Conversas de bastidores diziam que um dos candidatos que entraria na disputa com Teixeira seria o vereador João Antônio Loureiro (PSD). Porém, uma reunião entre os parlamentares na noite desta última terça-feira (19/12), decidiu que todos escolherão José Marcos.

Loureiro diz que de última hora os vereadores que estavam indecisos, decidiram escolher Teixeira. “Eu teria três votos e ele três, porém ontem à noite alguns que estavam indecisos decidiram que vão votar nele, então como eu já não teria votos suficientes, decidi entrar como vice dele”, explica.

Na soma, Loureiro teria o próprio voto, o do atual presidente do Legislativo, Luciano José Nunes (PP) e de Fernando de Bortoli Barbero (PR). Teixeira, além de seu voto, teria também o de Edicarlo Coiado (PSD) e de Ivair Moretti (PTC).

Estavam indecisos Jorge Luiz D Andrea (SD), Anísio Dezanetti (PSB) e Agnaldo Pedrão (PMN). Pedrão dever ser o único que não votará em Teixeira, já que é de partido de oposição.

A votação que acontece nesta quarta é aberta ao público e está marcada para as 20h. De acordo com o Regimento Interno da Câmara, a eleição não exige formação de chapa, portanto a apresentação dos candidatos deve ser feita na hora e a votação dos parlamentares é aberta.

Na formação da bancada serão escolhidos o presidente, vice-presidente, primeiro e segundo secretário. Ainda segundo o Regimento, pelo fato de hoje ser uma sessão extraordinária de número par (20ª sessão), a votação acontece em ordem alfabética.

Eleito com 498 votos nas eleições de 2016, José Marcos Teixeira compõe o grupo de outros seis vereadores da base aliada do prefeito Flávio Alves (PSD). O parlamentar foi condenado em maio deste ano pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em um processo de improbidade administrativa por perseguição política, porém entrou com recurso.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Destaques Política Últimas Notícias , , ,

Related Posts