Uchoa e Tabapuã (SP) decretam racionamento de água

Posted by at 10:05 Comments Print

Terça-feira, 15 de setembro de 2020

O longo período de estiagem fez com que as cidades de Uchoa e Tabapuã (SP) decretassem racionamento de água. O desperdício do bem mais precioso da humanidade somado à falta de políticas públicas contribuem para a atual situação.

Em Uchoa o racionamento já está em vigor desde o último dia 09/09. A cidade com pouco mais de 10 mil moradores, não está dando conta de toda a demanda de abastecimento.

No município, a interrupção do abastecimento de água está sendo feita de segunda-feira a sexta-feira, das 13h às 16h. A medida se faz necessária devido à baixa do lençol freático, em função do período de estiagem.

Segundo o chefe do Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Uchoa, Rodolfo Fachinetti, o nível de captação dos 14 poços da cidade diminuiu cerca de 30%.

“Fizemos um levantamento que aponta que o consumo também aumentou, em média, 15% nos meses de julho de agosto. Então temos o alto consumo e a baixa nos níveis do lençol freático”, destaca.

Questionado se falta gestão pública para o melhoramento da rede, Rodolfo diz que a cidade foi planejada no passado para uma quantidade de pessoas e essa população aumenta cada ano que passa.

“Todos os investimentos que necessitamos fazer, estão sendo feitos. Nós só temos reclamação de falta d’água na cidade no período de estiagem, então infelizmente precisamos que as pessoas façam o uso consciente da água e evite o desperdício”, diz o chefe do Departamento.

Em Tabapuã o racionamento começa nesta quarta-feira (16/09). A Gazeta mostrou no último sábado (12/09), o drama de moradores da cidade que sofrem com a falta de água.

No município a interrupção no fornecimento também ocorrerá de segunda-feira a sexta-feira, das 13h às 16h. Em ambas as cidades, o prazo para o decreto é por tempo indeterminado.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-arquivo)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts