UCHÔA CONTRA AS DROGAS: Autoridades buscam soluções para problemas que atingem jovens da cidade

Posted by at 13:17 Comments Print

Autoridades e lideranças da cidade de Uchôa, se reuniram na tarde desta quinta-feira (5), na Câmara Municipal de Uchôa, para debaterem os problemas que vem se agravando no município como o consumo de drogas, prostituição e alcoolismo entre crianças e adolescentes da cidade. Dentre as autoridades estavam presente o prefeito, José Cláudio Martins (PMDB), o delegado de Polícia Civil, Paulo Rogério Maciel Moreschi, o sargento da Polícia Militar, Osvaldo Dela Coleta Mies, o presidente do Legislativo, Sargento Marcos (PMDB), a presidente do Fundo Social e primeira dama, Marilda Alves Martins, além de demais autoridades e representantes da sociedade civil de Uchôa.

Mas afinal quais são os principais motivos para as crianças e adolescentes entrarem no mundo das drogas? Falta de estrutura familiar? Falha na educação escolar? Mídia manipuladora mostrando cenas inapropriadas na televisão em horário que a criança ainda está acordada? Os motivos podem ser muitos, mas para a diretora de Educação de Uchôa, Maria de Lourdes Pinto Boschilia, está faltando parcerias das escolas com as famílias de crianças e adolescentes. ” Não temos parceria com as famílias dessas crianças, onde a gente mais precisa. Se tivermos esse apoio, juntos podemos fazer muito mais”, fala Boschilia.

Segundo os próprios moradores da cidade, locais como o cemitério municipal, estádio de futebol e até no meio da rua em bairros mais distantes são os principais pontos para o consumo de drogas e prática de prostituição.

Tanto a Polícia Militar quanto a Civil não recebem todas as denúncias necessárias para chegarem até os traficantes ou aliciadores de menores. O delegado, Paulo Rogério Maciel Moreschi, disse que desde que chegou na cidade, há quase um ano, já realizou prisões de várias pessoas conhecidas na cidade por tráfico de drogas, mas tem o trabalho limitado devido a falta de funcionários na delegacia. “Nos empenhamos para combater o tráfico de drogas, mas infelizmente tenho apenas um policial civil trabalhando comigo e com isso o trabalho se torna limitado. Só que é importante a população comunicar a delegacia para qualquer denúncia para que possamos agir”, explica o delegado.

A cidade de Uchôa conta com dois projetos sociais importantes. Um é o ‘Pé na Bola’ e o outro é o projeto ‘SER Leão’, ambos de futebol, o primeiro quando começou há 10 anos aproximadamente, contava com 250 alunos, atualmente tem 70 alunos. Isso mostra que é preciso fazer algo mais para atrair os jovens.

Somente neste ano, a Escola de Ensino Fundamental Prof. Hermínia Rodrigues Mafra, no bairro Sâo Miguel, soma 16 crianças que simplesmente deixaram de estudar, cinco deste número são apenas do 5º ano.

O assessor técnico da Educação, José Carlos Garcia Rubio, conhecido como Zé Gordo, disse que falta integração entre os setores de Educação, Conselho Tutelar e Assistência Social. “Precisa de um conjunto trabalhando para que resolva o problema. Precisamos também de segurança, na rua 1 (Aristides Hernandes). Das 7h às 17h30 quando a gente passa dá medo, estão consumindo drogas na calçada, está feio aquele pedaço”, desabafa José Carlos.

O prefeito de Uchôa, José Cláudio Martins, disse que câmeras de segurança serão instaladas nas escolas municipais dentre os próximos 40 dias. Propôs ainda uma sugestão de lei que seria votada pelos vereadores para caçar o alvará de funcionamento do estabelecimento comercial que for pego vendendo bebidas a menores de idades por três vezes.

O presidente da Câmara, Sargento Marcos, disse que há diversas opiniões sobre o assunto, mas se ninguém tomar nenhuma atitude, daqui de dois anos, o problema será ainda maior e sugeriu no próximo encontro que cada liderança já viesse com alguma sugestão para por em prática que juntos chegariam num consenso para tentar resolver o problema.

Por fim, a presidente do Fundo Social, Marilda Alves Martins, disse que a reunião foi muito produtiva e que serviu para expor o problema sobre diversos ângulos e que agendará um outro encontro no próximo mês.

E para você? Qual é a sua opinião sobre as drogas e prostituição que atinge uma parcela das crianças e adolescentes de Uchôa? Deixe sua sugestão.

(Foto: Diogo De Maman / Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts