Triunfo diz que acesso na BR-153 em Bady Bassitt (SP) é irregular, mas não apresenta solução

Posted by at 15:33 Comments Print

Sexta-feira, 03 de dezembro de 2020

A Concessionária Triunfo Transbrasiliana que administra a BR-153 afirmou nesta última quinta-feira (03/12/2020) que o acesso feito por moradores do Residencial Bella Vitta Monte Líbano de Bady Bassitt (SP) é irregular, porém, não apresentou solução para o caso. A nota foi enviada após a Gazeta produzir reportagem sobre o risco enfrentado por motoristas no local.

De acordo com a Concessionária, o acesso localizado às proximidades do km 77 da Rodovia, sentido Sul, é classificado como irregular. “Ou seja, trata-se de um acesso de interesse de terceiro o qual não possui infraestruturas que atendam aos requisitos estabelecidos nas normas e regulamentações vigentes, bem como aos aspectos de segurança para o tráfego de usuários”, afirma.

Trecho do documento diz ainda que o local não dispõe de autorização perante à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para funcionamento e utilização. Por esta razão, a Concessionária disse que já notificou o responsável para a regularização e conhecimento das responsabilidades decorrentes da irregularidade.

A nota afirma ainda que a solução para o caso seria a regularização do referido acesso com a abertura de processo junto à ANTT, onde a Concessionária disse que se dispõe a orientar sobre todos os trâmites necessários para o desenvolvimento do processo.

“Como o acesso em apreço não está previsto no Contrato de Concessão, não cabe à Concessionária efetuar obras para a regularização do mesmo, mas sim aos interessados. Desta forma, salientamos que o processo de regularização deverá obedecer ao roteiro para Solicitação de Acessos na Faixa de Domínio em Rodovias Federais, bem como todas normas técnicas e ambientais pertinentes”, esclarece.

Como alternativa, a Triunfo afirma que os motoristas têm à disposição dois dispositivos de acesso e retorno em desnível na Rodovia BR-153. “Estando aproximadamente a três quilômetros para quem trafega no sentido sul, que é a passagem superior próxima ao km 80 da Rodovia e a um quilômetro de distância para quem trafega no sentido norte, onde há o trevo de acesso ao município de Bady Bassitt”.

Porém, conforme a Gazeta mostrou, hoje não existe uma marginal que dá acesso aos moradores do condomínio para o trevo de Bady e é justamente esta a reivindicação exibida na reportagem. Ainda na nota, a Concessionária afirma que “as manobras de retorno nesses dispositivos são totalmente seguras e permitidas”.

“Ao contrário das manobras de travessia de pista em frente ao acesso ora relatada na matéria publicada, uma vez que as mesmas são irregulares e podem configurar infração de trânsito por não serem realizadas nos locais apropriados, além de causarem riscos à segurança dos próprios infratores e dos usuários que trafegam na rodovia”, afirma.

Novamente questionada pela Gazeta sobre uma possível solução para problema, como sinalização do local ou uma solução emergencial para o caso, a Concessionária disse que o posicionamento segue o mesmo da nota enviada anteriormente.

A Triunfo Transbrasiliana administra o trecho de 321,6 quilômetros de extensão da BR-153 em São Paulo. Iniciando no município de Icém, a Concessionária é responsável pela via até a cidade de Ourinhos, passando por 22 municípios.

Neste trecho, a empresa possui quatro praças de pedágio, sendo uma no município de Onda Verde, outra em José Bonifácio, uma em Lins e a última na cidade de Vera Cruz, região de Marília. Carros e caminhões pagam R$ 5,20 de tarifa em cada praça e já as motocicletas R$ 2,60 cada.

(Foto: Reprodução Google)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts