Torre de telefonia inoperante deixa milhares de clientes incomunicáveis em Potirendaba

Posted by at 18:57 Comments Print

Há meses que usuários da operadora de telefonia móvel, Claro, reclamam do mau funcionamento da torre de sinal na cidade de Potirendaba. Os milhares de clientes do município tem sofrido com as constantes falhas do equipamento que quando recebe mais usuários do que a capacidade, para de funcionar.

Durante os grandes eventos em que a cidade sedia como carnaval, festa do peão e festa de Santos Reis é que o problema surge. No último sábado (30), as duas maiores tradicionais festas de reis da região aconteceram em bairros de Potirendaba e milhares de pessoas passaram pelo município, dobrando a quantidade de celulares e superlotando o sistema da antena.

A explicação para o problema é uma suposição, pois coincidentemente quando há um maior número de usuários da rede é que a operadora para de funcionar. Potirendaba tem uma única antena instalada desde 2004 na rua Senador Barros Penteado, no centro. Com os anúncios do sinal de internet 4G em todo o país, o município ainda recebe sinal analógico 2G que começou a ser implantado na década de 1990, com a implantação do sinal digital e até hoje é utilizado em várias partes do mundo.

Ele utiliza principalmente o GSM (Global System for Mobile Communications) e está estabelecido como o principal recurso de conversação, por oferecer todos as ferramentas necessárias para as operadoras. Para internet móvel, no entanto, já está bastante defasado.

O empresário Paulo Ribeiro veio de Santa Fé do Sul para trabalhar durante o rodeio da cidade e conta que teve que comprar o chip de outra operadora para poder se comunicar. “Cheguei na cidade na terça-feira à noite, véspera do rodeio e não tinha sinal da torre. Tive que comprar o chip de outra operadora e usar ele no plano pré pago para poder trabalhar”, comenta.

A dona de casa, Glória Maria Rodrigues e moradora da cidade já está pensando em mudar de operadora. Cliente há pelo menos 10 anos da empresa, a família dela tem notado que o problema piorou muito desde o começo de 2014.

“Uma das minhas filhas já mudou de operadora. Recentemente está impossível falar. Se precisar numa emergência com certeza vou ficar na mão”, comenta.

A mensagem encontrada no visor do celular é sempre a mesma: “Falha na rede”, impossibilitando até a realização de chamadas de emergência. Nossa produção recebeu nos últimos meses dezenas de reclamações dos usuários por falha no envio de SMS, falha de conexão de sinal de internet, além da impossibilidade de efetuar e receber chamadas.

Segundo a Fundação Procon de São Paulo, órgão vinculado à Secretaria Estadual da Justiça e Defesa da Cidadania, o grupo Claro/Embratel/Net (América Móvil) liderou o ranking de empresas que mais geraram reclamações de consumidores no estado de São Paulo em 2013. A empresa teve 2246 reclamações fundamentadas: 1799 atendidas e 447 não atendidas.

Em nota, a assessoria de imprensa da operadora Claro informou que não identificou nenhuma instabilidade de rede na cidade de Potirendaba nos últimos 30 dias.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts

Comentários

  1. […] Torre de telefonia inoperante deixa milhares de clientes incomunicáveis em Potirendaba […]