Subestação de energia de Potirendaba é entregue e consumidores tem dúvida se falta de energia será solucionada

Posted by at 6:00 Comments Print

Mais de seis meses após o previsto, a subestação de energia em Potirendaba finalmente foi entregue no fim do mês de novembro. A principal dúvida da população é se a falta de energia e os inúmeros prejuízos por quedas serão sanados de uma vez por todas.

Conforme a Gazeta já mostrou inúmeras às vezes a cidade enfrenta constantes interrupções no fornecimento principalmente quando chove, o que provoca prejuízos aos consumidores. A dona de um supermercado na cidade é uma dessas clientes que tem esperança na solução do problema.

“Já tivemos prejuízo em perder um freezer inteiro de sorvete que derrreteu, mas quando chove e tem essas quedas de energia tudo para e como temos açougue as carnes correm risco de estragar. Ainda é muito cedo para dizer se a subestação solucionou ou não o problema, a gente espera que sim, agora o jeito é aguardar e ver se vai resolver essa questão”, diz Sidilene Rodrigues Vieira.

Donos de dois postos da cidade decidiram parar de tomar prejuízos e instalaram dois geradores de energia elétrica. O investimento em cada um deles foi de no mínimo R$ 25 mil.

A entrega da subestação de Potirendaba estava prevista para o fim de maio deste ano, mas questionada, a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) disse em junho deste ano que a obra estava concluída e que o conjunto elétrico estava na fase de testes de equipamentos e que a previsão da empresa era de que a subestação fosse entregue para a população na primeira quinzena de julho.

Participaram da cerimônia, além da prefeita de Potirendaba, Gislaine Franzotti, os prefeitos de Cedral, José Luiz Pedrão e o prefeito de Ibirá, Nivaldo Domingos Negrão. Vereadores e o prefeito eleito de Potirendaba, Flávio Alves, também foram conhecer a obra.

Atualmente o consumo de energia de Potirendaba gira em torno de 8 MVA e a capacidade da subestação é de 12,5 MVA, ou seja, vai suprir a demanda e automaticamente terá reserva para o crescimento da cidade.

Além de Potirendaba, a CPFL afirma que investiu quase R$ 5 milhões em melhorias na subestação do bairro Vila Ventura, em Ibirá. A unidade que já abastece Ibirá, Uchôa, Cedral e Potirendaba terá ainda maior capacidade de energia.

A mentora da construção da subestação é a CPFL, com verba financiada pelo Bando Nacional do Desenvolvimento (BNDES). Mais uma vez, o gerente de negócios da concessionária de abastecimento de energia, Luis Antonio Gomes, garantiu que a subestação solucionaria definitivamente o problema de quedas de energia do município. A Gazeta vai continuar acompanhando o caso.

(Matéria publicada na edição impressa da Gazeta do Interior do mês de dezembro de 2016)

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-arquivo)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , ,

Related Posts