Saúde de Potirendaba inicia arrastão contra infestação de pernilongos na cidade

Posted by at 10:25 Comments Print

A Coordenadoria de Saúde de Potirendaba inicia nesta quinta-feira (14/09/2017), um arrastão em combate a infestação de pernilongos vivida na cidade nos últimos dias. A Gazeta recebeu diversas reclamações de moradores devido ao incômodo dos insetos.

Segundo a coordenadora de saúde do município, Sara Bossolo, a cidade passa por um pente fino com o maior número de agentes nas ruas para eliminar qualquer tipo de criadouro. “Em dias normais nossas equipes percorrem 10 casas por dia, agora com o arrastão pretendemos dobrar esse número e eliminar qualquer tipo de criadouro”, explica.

A ação acontece depois das inúmeras reclamações de que a cidade vive uma infestação de pernilongos, principalmente na região da represa e do bairro Vila Scarpelli. A moradora Joanice Felipe diz que não sabe mais o que fazer.

“Eu não tenho quintal, não tenho plantas, troco água dos cachorros todos os dias e mesmo assim está insuportável. Vai caindo a noite e a gente não consegue ficar se não tiver um ventilador ligado ou algum vento”, reclama Joanice.

A coordenadoria diz que a atitude de Joanice é a correta, pois a população tem que fazer a parte dela. Em um dos imóveis visitados, os agentes encontraram larvas de mosquitos dentro da própria residência da família.

“Os moradores também tem que colaborar e limpar a própria casa. Não adianta o agente ir lá toda a semana, conscientizar, sendo que a própria pessoa não se conscientiza”, fala Sara.

O mutirão da limpeza visa também o combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. De janeiro até agora, Potirendaba não possui nenhum caso desses três tipos de doença.

A coordenadora diz ainda que no próxima sábado, dia 16/09, um arrastão geral será feito em toda a cidade com caminhões, agentes de saúde, controle de endemias, vigilância epidemiológica e coordenadoria do meio ambiente. “Primeiro vamos fazer o arrastão e depois a gente vai passar o tradicional fumacê, pois temos que primeiro eliminar os criadouros e depois matar os pernilongos”.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , ,

Related Posts