Roger Waters no Morumbi

Posted by at 9:51 Comments Print

Diogo De Maman

diogo@gazetainterior.com.br

Um sonho! Nunca imaginava que um dia eu fosse realmente assistir a beleza que é o ΓÇÿThe WallΓÇÖ ao vivo, quando tive essa oportunidade não poderia deixar de perder. Ingresso comprado desde dezembro do ano passado e do jeito que ando ultimamente, 1º de abril parecia apenas uma utopia, mesmo pegando o ônibus para São Paulo às 6h30 da manhã, indo sozinho ao estádio, encarar a fila, a revista pessoal, o medo do ingresso falso, já que comprei o ingresso de uma pessoa da internet, o medo de barrar a minha câmera e o medo de não ficar num lugar privilegiado no show. Mas felizmente, nada disso aconteceu. Muito pelo contrário, o ingresso era verdadeiro, o policial não se interessou em barrar a minha câmera e eu fiquei praticamente grudado na grade.

Isso era 15h30 da tarde. Ainda faltava 4 horas para o inicio do show. Conheci uma galera muito bacana, pessoal mais ou menos da minha idade, isso mostra o tanto que Roger Waters influencia várias gerações.

A última hora parecia o inicio do show parecia não passar. Foi então que parei para pensar que estava bem em frente ao microfone do Waters, que tudo aquilo era melhor do que eu imaginava.

Na primeira música “In The Flesh” vi que tudo que tinha feito até então já valeu a pena. Foi de arrepiar e emocionar. O Roger estava há pouco mais de dois metros na minha frente, o muro que faz parte do cenário vi que era mais impressionante ainda ao vivo. Os fogos, os personagens no palco, o avião explodindo no palco. Não ag├╝entei, fiquei emocionado nessa hora.

ΓÇÿThe WallΓÇÖ tem os melhores efeitos que podem ter num show. Imagine só, você saber o que vai acontecer, mas ficar na dúvida se o som do helicóptero é real ou faz parte do show.

Tudo que digo aqui não tem como comparar com a sensação de estar lá. É um show que todo mundo merece ver uma vez na vida. Simplesmente foi o melhor show que vi na minha vida, nem sei se alguém é capaz de superar o que meus olhos viram ontem.

ΓÇÿThe WallΓÇÖ é a turnê mais antiga em atividade e não há turnê mais atual. As fotos foram tiradas por mim e eu estou em estado de choque ainda, quando eu dormir e colocar a cabeça no lugar, volto aqui e escrevo um comentário mais técnico do show.

Fotos: Diogo De Maman / Gazeta do Interior

Cultura Destaques Social Últimas Notícias , , , ,

Related Posts