Região da Gazeta já ultrapassa 600 casos de dengue em menos de três meses de 2015

Posted by at 6:00 Comments Print

As chuvas e as altas temperaturas dos últimos meses favoreceram e muito para o aumento do número de casos de dengue aqui na nossa região. Só nas 12 cidades de circulação da Gazeta do Interior, em menos de três meses, 630 pessoas foram infectadas pelo mosquido Aedes Aegypti.

Com essa atualização, agora já são sete municípios em epidemia. Cedral e Uchôa também já entram para o grupo de cidades em epidemia, com 63 e 59 casos positivos, respectivamente.

Tabapuã está no topo da lista dos 12 municípios de circulação do jornal com maior número de casos da doença com 180 confirmados e 323 notificados. Em segundo aparece Ibirá com 153 confirmados e 394 notificados.

Os dados são do Controle de Vigilância Epidemiológica (CVE) do Estado de São Paulo, atualizados até o último dia 12. Apesar de apresentar aumento em relação ao levantamento feito pela Gazeta no mês passado, há divergência dos números de duas cidades, pois a quantidade de pessoas com dengue, misteriosamente, diminuíram.

Em Elisiário, no levantamento do jornal feito no dia 28 de fevereiro, a cidade possuía 44 casos de dengue, segundo a coordenadoria de saúde. Agora na relação da CVE a cidade aparece apenas com 10 casos. O segundo município que aparece com divergência é Novais. No mês passado tinha 34 doentes e agora 27.

No fim do mês passado 393 pessoas estavam com dengue, já agora, menos de um mês depois, 630 pessoas já estão infectadas. Um aumento de 60,5%, mesmo desconsiderando a divergência de informações dos dois municípios.

A diretora de saúde de Elisiário, Alessandra Montes Mota, explica que foi falha no cadastramento dos dados no sistema da CVE. “Teve uma semana que o site ficou fora do ar e a gente não conseguia comunicar. Porém, oficialmente, hoje, estamos com 46 casos confirmados”.

Já o coordenador de saúde de Novais, Antonio Carlos Miller, disse que o número real foi o informado à Gazeta do Interior. “Não sei o que pode ter ocorrido, esse número menor não existe”, afirmou.

(Editoria de Artes Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts