Reforma do Ginásio de Esportes de Bady Bassitt (SP) que ainda nem começou era para ter sido entregue em 2017

Posted by at 12:10 Comments Print

Reportagem publicada na edição impressa da Gazeta do Interior de novembro/2019

Uma reforma do Ginásio de Esportes de Bady Bassitt que deveria ter sido entregue há mais de três anos infelizmente ainda nem começou. O local que receberia investimentos do Ministério do Esporte de mais de meio milhão de reais por enquanto tem apenas as placas com datas e valores na fachada.

A obra é uma das mais aguardadas pela população já que o espaço é bastante utilizado por toda a comunidade local. Além de campeonatos, torneios esportivos e aulas de educação física, o Ginásio Municipal de Esportes Vicente Alves também é utilizado por comerciantes onde até feiras são realizadas no prédio.

Nossa reportagem foi até o local e conferiu que o prédio bastante antigo há décadas não recebe nenhum tipo de melhoria. Além da pintura já não existir mais, o telhado está completamente danificado e chove dentro do espaço.

Nos fundos o mato e a sujeira tomam conta do que deveria ser espaço de lazer e prática de atividades. Os alambrados de proteção dos campos de futebol já não existem mais e o que dá proteção é uma rede improvisada.

Mesma antiga a piscina olímpica ainda é a única coisa mais bem conservada no local. No dia em que nossa equipe esteve no local, pelo menos seis alunos participavam de aulas de no espaço.

Dentro do prédio, os banheiros estão em péssimo estado de conservação, com vazamentos e imundos. Alguns até sem condições de uso.

O piso da quadra também é antigo e quase impossível de ser utilizado. Na área externa do local, o descaso e o abandono tomam conta do prédio, pois, além da pintura antiga, a única coisa que mudou no local foram as duas placas instaladas pela prefeitura avisando sobre a reforma.

Em uma delas fala sobre a reforma que aconteceria justamente nos dois banheiros, masculino e feminino no valor de R$ 221.534,20. A obra, segundo a placa, deveria ter sido iniciada no dia 07/06/2017 e entregue no dia 09/10/2017.

A segunda placa avisa sobre a reforma geral do prédio, engraçado ou não, ficará mais barato que a reforma dos dois banheiros, totalizando R$ 215.377,55. Esta segunda etapa da obra era para ter sido entregue em 2018, mas até agora, nenhum pedreiro trabalhou no local.

A Gazeta apurou que os convênios foram assinados em dezembro de 2015 e tem vigência até abril de 2020, ou seja, cinco anos. Levantamos ainda que os valores não coincidem com os valores divulgados nas placas.

De acordo com o Portal da Transparência, os dois convênios de R$ 292,5 mil cada, somam R$ 585 mil já liberados nos cofres da prefeitura da cidade, enquanto as placas informam um valor de apenas R$ 436.911,75  uma diferença de R$ 148.089,75.

No ginásio encontramos com o estudante Giovoni Gabriel de Oliveira, de 16 anos e outros dois amigos. Eles dizem que se o espaço fosse reformado, sem sombra de dúvidas, deixaria as aulas e os treinos mais agradáveis.

“Não é um ginásio luxuoso que fará de nós melhores ou piores atletas, até porque o Pelé treinava em um campinho de terra e hoje é o rei do futebol, mas com certeza um Ginásio com melhores condições deixaria nossos treinos mais agradáveis e até estimularia mais gente a praticar algum tipo de atividade física”, afirma.

A prefeitura de Bady disse em nota que o valor estampado nas placas de comunicação é diferente dos liberados porque o valor do convênio, após licitado, tende sempre a diminuir, sendo normal em todas as licitações.

Sobre o atraso da reforma, a prefeitura diz que é porque os repasses do governo federal atrasaram, onde a empresa acabou abandonando a obra. O município então rescindiu o contrato com a empresa e realizou uma nova licitação.

Por fim, a prefeitura afirmou que após essa nova licitação, a Caixa Econômica Federal liberou a ordem de serviço dois meses após o fim da contratação e agora, com ordem de serviço emitida, uma terceira empresa irá concluir a obra. De acordo com o novo cronograma de execução, a prefeitura promete concluir a obra até maio de 2020.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts