Quase 3 mil alunos da rede municipal de ensino de Potirendaba estão sem apostilas e uniformes

Posted by at 20:51 Comments Print

Cerca de 2,7 mil alunos de escolas municipais estão sem apostilas e uniformes desde o dia 3 de fevereiro, em Potirendaba. Professores estão reclamando que não sabem o que passar para os alunos.

Segundo os estudantes, quatro apostilas são cedidas pela prefeitura durante todo o ano letivo. As aulas iniciaram oficialmente na rede municipal de ensino, dia 3 de fevereiro e desde então nenhum material e uniforme foi cedido aos alunos.

A dificuldade enfrentada por quase todos é em relação a aprendizagem, pois o sistema apostilado, totalmente colorido e ilustrado, facilita o conhecimento na hora da reflexão do conteúdo aplicado em sala.

Wellington Firmino, (14), é do oitavo ano da escola municipal, Maestro Antônio Amato. Ele conta que dia 11 de março inicia o período de provas e sem o material os estudos se tornam complicados. “As apostilas são coloridas, tem exercícios. Não sei o que vou fazer para estudar, pois só o conteúdo passado pela professora não ajuda”, diz.

Lucas Perin, (14), que é do sétimo ano é outro aluno que enfrenta dificuldades. “Copiar matéria da lousa em todas as aulas é complicado. Além do que as figuras ilustrativas não são passadas”, conta.

Professores ouvidos pela nossa reportagem e que pediram para não ser identificados, explicam que não sabem mais o que fazer para passar o conteúdo aos alunos. “Não sei como estamos dando conta de dar aula. Não temos conteúdo. Como já temos experiência do conteúdo didático aplicado em anos anteriores, estamos fornecendo xérox aos alunos e entupindo as lousas de matéria de anos anteriores”, falam.

Ainda para os professores, a falta do material atrapalha não só o andamento das aulas como o aprendizado do aluno. “A aula demora mais. Até passar tudo na lousa, os alunos copiarem e depois fazerem as atividades isso leva quase a aula toda. Como vamos explicar, depois? Sem contar que a atenção dada para as apostilas é até 90% maior do que o conteúdo massante de lousa”, dizem.

Outra reclamação ouvida dos estudantes é a demora na entrega dos quites escolares fornecidos pelo município. Os cerca de 3 mil cadernos, réguas, lápis e borrachas ainda também não foram entregues para os alunos de Potirendaba.

Segundo a prefeitura do município, a demora na entrega das apostilas foi devido à exigências do Tribunal de Contas da União. O TCU obrigou que uma licitação fosse feita na cidade, cuja modalidade é concorrência pública, de maior complexidade e grande transparência que abre os prazos com direito a recursos. O procedimento, de acordo com o município, se encerra em 10 dias.

Quanto aos uniformes, a prefeitura disse que todos já estão na Coordenadoria da Educação e a prefeita, pessoalmente, vai investigar o que está acontecendo. Ela garante que até o dia 06/03 todas as crianças estarão com uniformes.

A Gazeta do Interior vai acompanhar o caso.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts