Produtores rurais de Potirendaba reclamam de condições de estrada no bairro Cana do Reino

Posted by at 9:40 Comments Print

Produtores rurais de Potirendaba procuraram a Gazeta para reclamar das condições de uma estrada de terra do bairro rural Cana do Reino. Eles afirmam que barreiras de contenção foram criadas para não jogar a água da chuva nos sítios e a via acabou sendo prejudicada.

A estrada é o prolongamento da vicinal Manoel Coiado que liga o bairro rural Cana do Reino à Vila Ventura. Pelo local passam, todos os dias carros, motos e diversos caminhões canavieiros, o que prejudica ainda mais as condições da via.

O problema, segundo os produtores, é que a água da chuva está sendo jogada toda na estrada. Devido às chuvas dos últimos dias, a situação ficou ainda pior com a lama que se formou no local.

“Agora que acaba a lama, fica a areia e eu que passo de moto aqui todos os dias corro o risco de cair”, diz a moradora do bairro Vila Ventura, Marcia Buzão.

Ela conta que trabalha na cidade e depende da estrada que ficou completamente alagada com as chuvas dos últimos dias. A mãe dela, Mercedes Martins Buzão, diz que a estrada não tem condições de tráfego em dias chuvosos. “Aqui só trator para passar. A areia vira barro e nosso carros atolam”, reclama.

O motorista, João Henrique Martinez, transporta leite das propriedades até o laticínio e conta que passa um dia sim e outro não pelo local. Ele explica que para resolver o problema teria que ser criada caixas de contenção para a água. “Caminhão passa porque é alto, mas o dia que chove moto e carro não passa de jeito nenhum. A solução aqui seria construir caixas de contenção na beira da estrada”, afirma.

Por causa do problema, motoristas e motociclistas estão sendo obrigados a desviar por dentro de uma plantação de cana que existe ao lado.

O coordenador de agricultura do município, José Próvido Octaviani, diz que antes das chuvas já havia feito o desvio, mas que não adiantou. “Nós iniciamos o trabalho de reparo na semana passada, mas por causa da chuva desses dias infelizmente vai atrasar a conclusão para resolvermos este problema definitivamente”, explica.

(Foto: Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , , , , ,

Related Posts