Prefeitura de Uchoa (SP) prorroga decreto que proíbe venda de bebidas alcoólicas na cidade

Posted by at 13:33 Comments Print

Segunda-feira, 31 de agosto de 2020

A Prefeitura de Uchoa (SP) decidiu nesta segunda-feira (31/08/2020), prorrogar por mais uma semana o decreto que proíbe a venda de bebidas alcoólicas na cidade. A medida é uma forma de diminuir aglomeração e tentar conter o avanço do novo coronavírus no município.

O Decreto que trata de medidas sanitárias urgentes visando a prevenção de contágio da doença foi prorrogado com algumas alterações. Em vigor desde o dia 27 de julho, o documento que é válido até o dia 07 de setembro de 2020, estende o horário para fechamento do comércio e proíbe a venda ou comércio de qualquer tipo de bebida alcoólica.

Na cidade está proibida a venda ou comércio de qualquer tipo de bebida alcoólica, seja por estabelecimentos comerciais de qualquer natureza ou ambulantes, de segunda a sábado das 20h às 06h. Aos domingo, sem exceção, durante as 24 horas.

A partir deste novo documento, os comércios não essenciais poderão ficar abertos até às 20h de segunda a sábado. Postos de combustíveis (com exceção de loja de conveniência), farmácias, padarias, lanchonetes, pizzarias e demais estabelecimentos do ramo de produção de alimentos deverão manter o funcionamento somente interno, sem atendimento ao público, para entregas via delivery, estando proibido o sistema de drive-thru até às 23h.

Aos domingos, todos os comércios não essenciais deverão permanecer fechados. Postos de combustíveis (com exceção de loja de conveniência), farmácias, padarias até às 20h, e estabelecimentos do ramo de restaurantes com funcionamento interno, sem atendimento ao público, para fornecimento de marmitas via delivery e sistema de drive-thru até às 23h.

De segunda a domingo fica proibido, em qualquer horário, o consumo de bebidas alcoólicas de em todo e qualquer espaço público, como calçadas, ruas, praças públicas entre outros. Fica proibido ainda a realização de eventos que causem ou possam causar aglomeração de pessoas, como festas, eventos, comemorações, confraternizações e qualquer outro tipo reunião dessa natureza, em casas, sítios, chácaras e fazendas.

Quem desrespeitar o decreto poderá ser multado e ter o estabelecimento interditado, além de ter o alvará de funcionamento suspenso ou cancelado. A Polícia Militar continua auxiliando no trabalho de fiscalização e cumprimento do decreto.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts