Prefeitura de Potirendaba vai multar em quase R$ 150 quem podar árvore e não recolher galhos

Posted by at 17:32 Comments Print

A prefeitura de Potirendaba sancionou a lei que prevê multa para quem podar as árvores e não recolher os galhos. O serviço que antes era feito pelo município gratuitamente, agora terá que ser feito pelo próprio morador ou pelo podador que efetuar o serviço.

O projeto de lei de autoria da prefeita da cidade, Gislaine Franzotti, foi apresentado na câmara dos vereadores e aprovado por seis votos a três. Os vereadores Antonio Edcarlo Coiado Santiago, João Antônio Loureiro e Gilberto Poltronieri são os que foram contra a lei.

Segundo a justificativa dos parlamentares que votaram à favor, em reunião com o coordenador de meio ambiente da cidade, Nilmar Scarpelli, ele explicou que a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) já tem exigências mais severas quanto à recolha desse material, além dos gastos que o município tem com esse tipo de serviço.

De acordo com a lei, o podador quem fica responsável pela poda e recolha dos galhos que podem ser levados até à Usina de Reciclagem da cidade. Quem descumprir a medida, pagará multa de sete UFESPs, o que equivale R$ 148,75.

“Como que eu vou recolher os galhos da porta da minha casa. Só se eu colocar em cima do meu carro e levar lá. Acredito que como pagamos impostos, a prefeitura é obrigada a recolher nosso lixo produzido”, questiona a moradora do bairro Morada do Sol, Benedita de Souza da Silva.

Em São José do Rio Preto, a vizinha com quase meio milhão de habitantes, quem efetua a recolha dos galhos é a própria prefeitura. Para realizar a poda é necessário fazer um agendamento que pode ser feito pelo site da secretaria do meio ambiente ou diretamente no Poupatempo. Com o agendamento, o morador efetua a poda e quem passa recolhendo os galhos no dia marcado é a Secretaria de Serviços Gerais do município.

(Foto: Gazeta do Interior)

Destaques Política Últimas Notícias ,

Related Posts