Prefeitura de Nova Aliança vai investigar funcionário que assistiu e não separou briga de alunas em porta de escola

Posted by at 7:50 Comments Print

Reportagem de 11/06/2019

A prefeitura de Nova Aliança disse que vai instaurar procedimento administrativo para investigar um funcionário que assistiu a uma briga entre duas alunas na porta de uma escola e não teria separado. O caso teria ocorrido na semana passada após o término das aulas do período da manhã e um vídeo mostra que o homem ainda teria impedido que a confusão fosse controlada.

As imagens mostram o momento em que a confusão começa em frente à Escola Estadual Gabriel Cozzetto. Duas adolescentes brigam próximo de uma van escolar, em frente ao motorista do veículo.

Outro homem que se aproxima é impedido pelo funcionário que pede para que ele não coloque a mão. “Não, não mexe não que é pior, deixa! Deixa o ‘pau torá’. Não pode por a mão”, fala.

Um adolescente tenta intervir e pede, a todo momento, para que elas parem, porém sem sucesso. Após quase 30 segundos de vídeo, outras pessoas se aproximam e ajudam a controlar a briga, porém o vídeo termina e não é possível saber quem separou as meninas.

A prefeitura informou à Gazeta nesta última segunda-feira (10/06/2019) que instaurou procedimento administrativo para apurar a atitude do funcionário. Ele trabalha como motorista de veículo escolar há cerca de dez anos e pode sofrer punições.

A direção da Escola Gabriel Cozzetto disse que a briga foi separada pelos próprios alunos e as duas jovens que aparecem nas imagens foram suspensas por cinco dias. Um boletim de ocorrência também foi registrado e os pais e o Conselho Tutelar acionados para comparecem na instituição de ensino.

Em frente à escola, ainda segundo a direção, a Polícia Militar realiza ronda escolar, mas afirma que a briga foi muito rápida. O funcionário não foi encontrado para comentar o assunto.

(Foto: Reprodução vídeo)

Cidades Destaques Últimas Notícias Vídeos ,

Related Posts