Prefeitura de Catanduva sofre com crime eletrônico

Posted by at 19:43 Comments Print

Jonas Garcia

jonas@gazetainterior.com.br

A prefeitura Municipal de Catanduva constatou nesta terça-feira (14) que três operações de transferência eletrônica de valores de uma de suas contas foram feitas de forma ilegal. Após contato com a Caixa Econômica Federal, foram tomadas as primeiras medidas para apurar os fatos, além de ter registrado um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil.

Classifica-se como crime eletrônico, qualquer tipo de crime que seja praticado ou provido através de sistemas de informática e/ou internet.
Segundo a Secretaria Municipal de Finanças, apurou-se de forma preliminar, que a transação não teve origem em equipamentos da prefeitura, o que sugere fraude. Ainda segundo o setor, as contas exigem cadastro prévio dos credores, além do uso de senhas individuais para possibilitar a movimentação financeira.
Sendo assim, a Prefeitura tomou as providências legais e está acompanhando o inquérito policial que não divulgou os valores totalizados nem mais detalhes do caso por questões de segurança e para não interferir nas investigações. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o ocorrido não irá interferir nos compromissos assumidos e pagamentos dos fornecedores.
Apesar da falta de uma legislação específica que trate sobre os crimes eletrônicos no Brasil, quase que em sua maioria eles são passíveis de qualificação penal perante a legislação vigente.

Cidades Política Últimas Notícias , , , , ,

Related Posts