Prefeitura de Bady Bassitt cria projeto de lei para tornar cargos comissionados em efetivados

Posted by at 12:50 Comments Print

Com a velha desculpa do aumento populacional, a prefeitura de Bady Bassitt enviou um projeto de aumento de cargos para a câmara da cidade no último dia (24/11). Além de inchar ainda mais a folha de pagamento com os mais de 800 funcionários, a pretensão agora é efetivar os cargos em comissão, ou seja, os apadrinhados do prefeito.

Além dos cargos em comissão, cargos na área da saúde e educação também serão aumentados. A construção dos postos de saúde dos bairros Lago Sul II e Água Limpa I foram usados como justificativa.

Mas o principal argumento usado no projeto de Edmur Pradela é com relação ao aumento populacional da cidade. “Vemos que Bady Bassitt vem crescendo diuturnamente e em consequência a esse crescimento à necessidade da administração pública crescer junto para em atender a demanda e reclamos da população”, diz o prefeito em sua justificativa.

As mais de 90 vagas que serão criadas na área da saúde e educação são de médicos, técnicos de enfermagem, telefonista, agente do controle de endemias, dentistas, farmacêutico, fisioterapeutas e entre outros. Já na área administrativa, dos cargos em comissão, são assessor de cultura, chefe de comunicação, assistência social, turismo e outros.

Prefeituras de cidades maiores como Potirendaba, por exemplo, emprega uma média de 600 funcionários. A arrecadação de Potirendaba gira em torno de R$ 40 milhões por ano.

Nossa reportagem tentou contato durante toda a manhã com o prefeito Edmur, mas ele não foi localizado para falar sobre o assunto.

(Foto: Gazeta do Interior-arquivo)

Destaques Política Últimas Notícias , , ,

Related Posts