Prefeito e vice de Ibirá são suspeitos de agredirem comerciante

Posted by at 17:12 Comments Print

Diogo De Maman

diogo@gazetainterior.com.br

Uma confusão na noite deste domingo (26) envolvendo o prefeito de Ibirá e o vice só terminou na polícia. Em uma festa de família, prefeito Nivaldo Domingos Negrão e seu vice, Edvard Alberto Colombo, teriam agredido o comerciante Ari Braz e quebrado a clavícula do homem.

Após as agressões, Braz foi levado ao Hospital de Ibirá e posteriormente transferido ao Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP). A assessoria de imprensa do hospital informou o prontuário do paciente e confirmou que Braz teve uma fratura na clavícula direita e que continuará o tratamento em Barretos (SP).

Segundo o comerciante, ele estava trabalhando em seu restaurante e o primo do vice-prefeito estava no comércio tomando cerveja. Ari disse que o rapaz havia sofrido um acidente de trânsito, há aproximadamente duas semanas, e, preocupado com a segurança do homem, decidiu levá-lo para a casa.

O destino foi até a casa do pai de Edvard, onde acontecia uma confraternização. No local, Ari fala que ao ir cumprimentar o vice-prefeito e sem ter tempo para dizer nada, recebeu um tapa no peito e caiu no chão derrubando a churrasqueira. Em seguida, o prefeito Nivaldo Domingos, conhecido como Biscoito, também teria o agredido com um soco.

No chão, cerca de cinco pessoas o agrediram com socos e pontapés. “Se o rapaz que eu levei não me defende, eles me matavam”, fala Ari. “Fui fazer um favor e me ferrei, agora vou ter que trabalhar com o braço assim por pelo menos 30 dias”, completa o comerciante.

Em nota, a assessoria de imprensa do prefeito, informou que o comerciante, Ari Braz, invadiu a residência onde acontecia o encontro . Na ocasião, Ari teria agredido a esposa e a mãe do vice-prefeito, deferindo, além dos golpes, diversos palavrões de baixo calão. Braz tentou também agredir Edvard e na tentativa de defender o vice-prefeito, os demais presentes no local entraram em contato físico com o agressor.

Ainda de acordo com a nota, a esposa e a mãe de Edvard foram levadas para a Santa Casa de Misericórdia de Ibirá, onde foi realizado exame de corpo de delito e constatado os ferimentos. Um boletim de ocorrência foi aberto contra o agressor e todas as devidas providências já estão sendo tomadas, diz a nota.

Na tentativa de defesa contra integridade física de Edvard, o agressor foi empurrado pelos demais, sofrendo assim dano na clavícula.

Segundo o delegado de polícia de Ibirá, Luciano Biroli Sanches Perez, o caso foi encaminhado para a corregedoria da Polícia Civil em Rio Preto. Um inquérito policial foi montado no qual testemunhas e suspeitos deverão ser ouvidos nos próximos dias.

Confira o vídeo exclusivo em que o comerciante Ari Braz conta a sua versão.

(Foto: Diogo De Maman)

 

Cidades Destaques Últimas Notícias Vídeos , , , , , ,

Related Posts