Preço do etanol e gasolina já está mais caro nos postos de Potirendaba; reajuste ainda não é o do governo

Posted by at 11:55 Comments Print

O preço do litro da gasolina já subiu antes do reajuste aprovado pelo Governo Federal no começo deste ano, em postos de Potirendaba. A elevação antecipada, segundo os donos de postos, é pelo álcool anidro que já está mais caro por causa da entressafra da cana-de-açúcar.

Devido a gasolina usar 25% de álcool em sua composição, as distribuidoras já foram obrigadas a repassarem o reajuste. Segundo a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), a safra de 2014/2015 estimava uma moagem de 580,00 milhões de toneladas, redução de 16,94 milhões de toneladas em relação ao total processado na última safra, que somou 596,94 milhões de toneladas.

A estimativa incorpora um crescimento de área disponível para colheita, mas uma queda significativa na produtividade agrícola do canavial, fruto do longo período de estiagem durante todo o ano de 2014. Com a moagem e produção de cana em queda, quem acaba pagando o pato é sempre o consumidor final.

Em alguns postos de Potirendaba onde antes a gasolina era vendida a R$ 2,99, agora subiu para R$ 3,05, um aumento de quase 3,1%. O etanol que custava R$ 1,93, agora é comercializado a R$ 2,049, o que significa 6,2% de reajuste.

Quem abastece com álcool ainda está compensando, segundo o tradicional cálculo da multiplicação do valor da gasolina pelo do litro do etanol. Se multiplicarmos o preço da gasolina a R$ 3,05, vezes 70% o resultado final da R$ 2,13, que é o preço máximo que o consumidor deve pagar pelo litro de álcool. Como o valor está à baixo do resultado final, ainda compensa mais.

A fotógrafa Luana Zequini viaja com mais duas pessoas todos os dias para trabalhar em São José do Rio Preto. Para não pesar no bolso de ninguém, elas dividem as despesas. “A gente acaba dividindo para compensar para todo mundo. Gastamos uma média de R$ 400 por mês no total”, fala.

Só que com esse aumento disparado no valor do litro do produto, a conta no fim do mês para elas vai sair ainda mais cara. O ajudante, Cássio Ferreira Cunha, também viaja todos os dias e abastece com gasolina. “Apesar de estar caro o preço, ainda está compensando pelo rendimento, mas não sei onde vai parar tanto reajuste”, reclama.

Mas o consumidor deve se preparar para o novo aumento. O reajuste aprovado pela presidente Dilma Rousseff e o novo Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, deve entrar em vigor já no próximo dia 31. Para Willerson Azevedo Colombo, dono de um dos postos da cidade, o aumento da gasolina deve chegar aos R$ 3,25. “Infelizmente esse aumento foi por causa do álcool. O aumento pelo Governo ainda vai ser aplicado na virada no mês. Provavelmente o etanol não deve sofrer mais reajuste”, acredita o empresário.

Portanto na hora de abastecer é importante levar a calculadora e tentar economizar ao máximo. Quem antes usava o carro apenas para ir à padaria, terá que rever os conceitos, ou até o preço do pão custará mais caro no fim do mês.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Destaques Economia Últimas Notícias , , , ,

Related Posts