Pouca chuva em 2020 pode prejudicar lavouras e elevar ainda mais preços dos alimentos

Posted by at 11:56 Comments Print

Terça-feira, 20 de outubro de 2020

A falta de chuvas agora em 2020 já preocupa produtores de Potirendaba (SP) e de todo o noroeste paulista que ainda não começaram o plantio das lavouras este ano. Isso pode fazer com que os preços dos alimentos se elevem ainda mais ainda este ano e também no ano que vem.

Segundo a Casa da Agricultura e Abastecimento de Potirendaba, em 2019 inteiro foram registrados 1.199,5 milímetros de chuvas na cidade. Já este ano, de janeiro até agora, foram apenas 743,7 milímetros. De outubro a outubro foram 6,43% a menos de chuvas.

O que mais preocupa os agricultores é o período de estiagem severa agora de 2020, pois nossa região ficou os meses de julho, agosto e setembro sem nenhuma gota de água no solo. Esse longo período pode trazer resultados catastróficos para as safras de grãos de 2021, faltar alimentos e isso pode fazer com que os preços se elevem ainda mais.

Sem produto nas prateleiras, a preocupação dos especialistas é que a procura vai continuar existindo, mas o produto não. O agricultor, Silvio Pereira da Silva tem uma área de 20 hectares e está esperando as chuvas para poder realizar o plantio de milho.

“Se a gente planta e não chove, o prejuízo é enorme, pois temos o custo da semente, dos maquinários, adubação e até mesmo da mão de obra. Então estamos esperando para ver se essa chuva destes dias continua para darmos início às plantações, mas mesmo assim vamos ter uma perca grande”, destaca.

O técnico agrícola, Lucas Belini Raduan, explica que é um ano bastante atípico e isso causa bastante preocupação. “A falta de chuvas é ruim para todos os segmentos no campo e isso pode fazer com que os preços dos alimentos sofram elevações expressivas. Então só rezando para chover mesmo”, explica.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts