Potirendaba vacina quase 40% das crianças na primeira semana contra sarampo e poliomielite

Posted by at 9:13 Comments Print

Na primeira semana da campanha nacional de vacinação contra o sarampo e a poliomielite Potirendaba vacinou quase 40% do grupo de crianças. A ação que começou sábado passado(04/08/2018), vai até o dia e 31 deste mês.

No próximo dia 18 de agosto será realizado novamente o dia ‘D’ de vacinação em todo o Estado de São Paulo. Mais de 35 mil profissionais estão mobilizados na campanha no Estado, com suporte de cerca de 3 mil veículos, entre carros, ônibus e barcos.

Em Potirendaba são 799 crianças que deveriam ser imunizadas e até agora 314 procuraram a sala de vacina. A menor procura está entre as crianças de 1 ano pela vacina contra o sarampo.

Contra a doença foram aplicadas 314 doses até agora. Já contra a poliomielite 318 crianças de 1 a 4 anos foram imunizadas.

Na vacina contra a poliomielite a procura também está baixa entre as crianças de 1 ano. Das 242 doses que deveriam ser aplicadas, apenas 74 foram feitas.

A meta é vacinar pelo menos 95% das crianças de 1 a 4 anos, 11 meses e 29 dias. Não poderão ser vacinadas crianças imunodeprimidas, como aquelas submetidas a tratamento para leucemia e pacientes oncológicos.

A poliomielite está eliminada no Estado de São Paulo desde 1988, quando houve o último caso, no município de Teodoro Sampaio. Trata-se de uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito, atingindo geralmente membros inferiores.

A transmissão ocorre por contato direto pessoa a pessoa, pela via fecal-oral (como saliva, tosse, espirro, mais frequentemente), ou objetos, alimentos e água contaminados com resíduos de doentes.

A circulação endêmica de sarampo foi interrompida no Estado no ano 2000 e não há casos autóctones. Casos esporádicos ocorreram eventualmente desde então, relacionados à importação do vírus de várias regiões do mundo onde ainda o controle da doença não foi atingido. Em 2018, por exemplo, São Paulo registra dois casos confirmados, importados da Ásia Ocidental e do Rio de Janeiro.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Destaques Saúde Últimas Notícias , , , ,

Related Posts