Potirendaba (SP) tem aumento de policiais nas ruas com início de Atividade Delegada

Posted by at 11:36 Comments Print

A cidade de Potirendaba (SP) inicia a partir desta terça-feira (23/06/2020), o programa de Atividade Delegada. Com isso, mais policiais reforçarão a segurança pelas ruas do município.

O convênio assinado entre a prefeitura e a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) tem 26 vagas por mês podendo ser modificada e aumentada conforme necessidade da prefeitura. Os policiais terão escalas de até oito horas por turno, com até 80 horas mensais.

Além das ações já exercidas pela Polícia Miliar, o reforço terá como objetivo combater ao funcionamento irregular ou ilegal de bares, restaurantes e entre outros. Visa ainda coibir o funcionamento irregular ou ilegal de eventos temporários de qualquer natureza, festas de longa duração, etc.

Em Potirendaba, por causa do decreto de quarentena, os policiais vão atuar também junto aos fiscais de postura. Eles irão apoiar a fiscalização do funcionamento de bares, praças, lojas de conveniência de postos de combustíveis e festas particulares.

O aumento no efetivo, segundo a polícia, será de 100%. A cidade contará com o reforço de mais uma viatura e dois policiais que iniciam os trabalhos a partir das 14h desta terça.

A implantação da Atividade Delegada será paga pelo município por meio de recursos próprios. Inicialmente, o convênio será de cinco anos que podem ser prorrogados.

Implantada pioneiramente na cidade de São Paulo, em 2009, a Atividade Delegada já é desenvolvida em outras 60 cidades do Estado. Aqui na região, a cidade de Cedral também possui o convênio desde o dia 20/01 deste ano e também tem duração de cinco anos.

Em Bady Bassitt o Programa está em fase de implantação e aguarda a finalização da documentação que é enviada pela SSP. Dentro das próximas semanas a Atividade já deve estar em funcionamento na cidade.

As prefeituras interessadas em ter a Atividade Delegada implantada em seu município devem procurar o Comando da Polícia Militar da região com um projeto específico que atenda às necessidades da cidade.

O projeto deve ser encaminhado ao Comando Geral da PM e à SSP para que, depois de analisado, possa ser aprovado pelo secretário da Segurança.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts