Potirendaba gasta R$ 360 mil por ano com manutenção em postes, mas lâmpadas ficam acesas dia e noite

Posted by at 16:22 Comments Print

As lâmpadas de postes públicos que deveriam estar desligadas para poupar energia, ficam acesas o dia todo. Em Potirendaba o gasto, por ano, ultrapassa os R$ 360 mil com manutenção dos quase 3 mil postes do município.

Uma das ruas que foi flagrada pela Gazeta é a Gabriel Ribeiro dos Santos, no bairro do Rosário. Dois postes de lá nunca se apagam. Um fica na rua das Rosas, no bairro Buquê de Flores. Já outro problema é na Avenida Achiles Malvezzi, no Centro.

“Eu moro aqui faz três anos e vejo essa luz acesa o dia todo. Deve ser por isso que nossas contas de energia estão vindo cada dia mais caras”, fala a moradora da avenida, Ana Maria do Nascimento.

Mas então dona Ana, quem realmente paga por essa despesa? A Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL) garante que não é a população e sim a concessionária.

A responsabilidade para a manutenção da iluminação pública antes era da CPFL, mas uma Lei aprovada no Congresso em 2014 obrigou que cada município fosse responsável pelo seu serviço.

Em Potirendaba a empresa foi contratada em março de 2014. Quem realiza a manutenção é a Petrus Ruan V. M. Mazzuca-ME por R$ 360 mil anuais, o equivalente a R$ 30 mil por mês. O contrato é para atender até 3 mil postes, mas a empresa da manutenção em 2.819 pontos que é a quantidade existente nas ruas da cidade.

Por telefone, um representante da empresa Petrus disse que está fazendo de tudo para manter as lâmpadas funcionando devidamente. “No período de chuvas esse problema triplica. Muitas vezes acontece que durante à noite fazemos uma ronda, efetuamos a manutenção, mas passa no outro dia a lâmpada está com defeito novamente”, disse.

(Foto: Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts