Por virem atrasadas, chuvas de fevereiro causam prejuízos à lavoura

Posted by at 17:01 Comments Print

Publicada por Jonas Garcia

em 11/03/2019

O Mês de março chegou cheio de chuvas, mesmo durante as comemorações do carnaval, e como diria a música cantada por Elis Regina: ” São as águas de março fechando o verão”, porém, nem tudo são flores, pois a vinda tardia das chuvas atrapalhou no plantio e colheira de vários produtos.

Segundo Odécio Gonçalves, auxiliar de apoio agropecuário da Casa da Agricultura de Potirendaba, as chuvas do mês de fevereiro vieram um pouco tardias comparadas ao mesmo período do ano passado e embora tivessem em boa quantidade, isto teria atrapalhado na colheita da soja, cana de açúcar, seringueiras e pastagem.

Só em Potirendaba no mês de Fevereiro choveu cerca de 207.7 milímetros o que colaborou com a “safrinha” do milho, pois ajudou no desenvolvimento da semente, entretanto, a falta de chuvas entre os meses de dezembro e janeiro acarretaram diversos prejuízos em todo o país, chegando à 20% na queda da produtividade da soja.

A Cana-de-açúcar também teve problemas no plantio e colheita devido a vinda tardia das chuvas este ano, seringueiras também tiveram baixa produção devido ao mesmo problema.

O motivo disso já é bastante conhecido por todos, chamado EL NINO, o fenômeno natural ocorre em intervalos irregulares que podem variar de 2 a 7 anos com duração de 6 a 18 meses, causando o aquecimento acima do normal nas águas do Oceano Pacífico à altura da linha do Equador, entre as costas oeste da América do Sul e no Leste da Oceania que por sua vez, ocasionam secas mais intensas e chuvas torrenciais em alguns locais.

 

Foto: Prefeitura Municipal de Potirendaba

 

 

Agronegócio Destaques Potirendaba Últimas Notícias , , , ,

Related Posts