Polícia Rodoviária Estadual dá início à operação “Nossa Senhora Aparecida” em feriado prolongado

Posted by at 11:25 Comments Print

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) realizará a partir das 00h00min desta quarta-feira (11/10/2017)  até às 23h59min do próximo domingo (15/10), a “Operação Nossa Senhora Aparecida – 2017”. A ação reforça o policiamento ostensivo e a fiscalização de trânsito nos mais de 5,5 mil km de rodovias estaduais da malha rodoviária, por conta da movimentação do feriado prolongado.

A expectativa da concessionária que administra a rodovia Washington Luís é de que, pelo menos, 233 mil veículos passem pelo trecho entre São Carlos e Mirassol nestes quatro dias. Ano passado, o feriado de 12 de outubro caiu em uma quarta-feira e muitas pessoas não emendaram, por isso não existe um cálculo comparativo.

Há sete anos a Polícia Rodoviária implantou o “Programa de Redução de Acidentes de Trânsito e Segurança Viária “, estabelecido pela Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de reduzir e estabilizar os resultados danosos e efeitos dos acidentes de trânsito. Visando a ação, a Polícia então intensifica a fiscalização do uso do cinto de segurança e dispositivos de retenção; dos limites de velocidade; da condução de veículos sob efeito de álcool e outras substâncias psicoativas; de ultrapassagens proibidas; de motocicletas e seus condutores, dentre outras infrações de trânsito.

O objetivo da operação , segundo a polícia, visa a proteção à vida, à proteção da integridade física das pessoas e a fluidez do trânsito. “Assim, todo o esforço e empenho do policiamento serão concentrados na prevenção e repressão aos atos relacionados com a Segurança Pública, garantindo a obediência às normas relativas à segurança do trânsito, assegurando a livre circulação e evitando acidentes, proporcionando, deste modo, aos usuários das rodovias, um trânsito em condições seguras”, diz o capitão da PRE, Francisco Pane Neto.

ÁLCOOL X TRÂNSITO:

Tendo em vista a característica festiva do feriado prolongado, a exemplo de outras operações especiais, e com o objetivo de reduzir o número de acidentes e de vítimas, os policiais dispensarão atenção especial à fiscalização do consumo de bebidas alcoólicas (ou de substâncias de efeitos análogos) nas Operações Direção Segura (ODS) promovidas por toda a Polícia Militar do Estado de São Paulo, nas fiscalizações de rotina e nos atendimentos de eventuais acidentes de trânsito.

A Polícia alerta que o motorista flagrado dirigindo sob a influência de álcool será penalizado com multa de R$ 2.934,70, retenção do veículo e suspensão do direito de dirigir por doze meses, além de responder criminalmente pela sua conduta, dependendo das circunstâncias, com pena de detenção de seis meses a três anos.

DIAS E HORÁRIOS DE MAIOR MOVIMENTO:

Durante os feriados prolongados as rodovias registram um aumento médio de 35% no movimento, sendo que em alguns períodos esse aumento pode ultrapassar 100%, sendo conveniente evitar, de forma geral, os seguintes dias e horários:

– 11/10/17 – Quarta, a partir das 16h00 até 23h00;
– 12/10/17 – Quinta, das 06h00 às 13h00; e
– 15/10/17 – Domingo, a partir das 12h00 até 00h00.

Atualmente, o Departamento de Estradas de Rodagem e as Concessionárias de Rodovias disponibilizam em seus perfis nas diversas redes sociais, em tempo real, o acompanhamento do movimento nas principais rodovias que destinam ao litoral paulista, bem como ao interior do Estado, inclusive com estimativa do tempo de viagem. Sugere-se, portanto, que antes de iniciar a viagem, sejam consultadas as condições mais adequadas, de modo a evitar surpresas ao longo do trajeto.

RECOMENDAÇÕES:

• o planejamento adequado da viagem, com a definição do itinerário, anotação de telefones de emergência, localização das bases da Polícia e de pontos de apoio para eventuais paradas;
• a revisão das condições gerais do veículo antes de iniciar a viagem, com atenção especial aos equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e sinalização do veículo, combustível e documentação de porte obrigatório;
• o respeito à proibição da ingestão de bebidas alcoólicas ou de outras substâncias que alterem a capacidade de direção do veículo;
• a rigorosa observância das normas e da sinalização de trânsito, especialmente quanto aos limites de velocidade e às ultrapassagens em locais proibidos;
• que não iniciem ou prossigam a viagem cansados ou com sono;
• a utilização dos faróis baixos acesos também durante o dia nas rodovias, prática que promove maior visibilidade aos veículos;
• ao viajar acompanhado por crianças, o condutor deverá atentar para o uso correto dos dispositivos de retenção, conforme previsto na Resolução 277/08 do CONTRAN.

DICAS DE MANUTENÇÃO VEICULAR

1) Desgaste dos pneus
Pneus muito desgastados, ou com desgaste irregular, podem prejudicar aderência e afetar a estabilidade do carro. De acordo com a legislação de trânsito, as ranhuras do pneu devem ter, no mínimo, 1,6 mm de profundidade.

2) Calibragem
Pneus calibrados corretamente, de acordo com o manual do proprietário, aumentam a estabilidade do veículo, reduzem o risco de corte na borracha e contribuem para a integridade da estrutura interna do pneu.

3) Alinhamento e balanceamento
O alinhamento e o balanceamento são importantes para minimizar os desgastes da suspensão do veículo, além de contribuir para a manutenção da dirigibilidade e do consumo de combustível. É imprescindível verificar alinhamento e balanceamento antes de uma viagem porque há muitos fatores que os desregulam como passar por buracos nas ruas ou subir em guias de calçadas. Um carro desalinhado provoca desgaste irregular dos pneus.

4) Óleo do motor – nível e validade
O óleo serve para lubrificar o motor. Com o uso do carro, ele perde sua viscosidade e deixa de cumprir sua função. Por isso, é vital que o óleo seja trocado nas datas recomendadas pelo fabricante. É importante ainda manter o óleo do motor no nível indicado, entre os dois traços da vareta.

5) Nível da água do radiador
Antes de pegar a estrada, é preciso verificar o nível da água do radiador, que serve para manter a temperatura do motor. Se o motor “esquentar” muito, ele pode fundir – e você ficará a pé. Tome cuidado ao abrir a tampa do reservatório de água com o motor aquecido.

6) Fluido do freio
É o fluido de freio que impulsiona o sistema que faz o veículo brecar. Se a quantidade do fluido estiver baixa, ou o produto estiver com prazo de validade vencido, a eficácia do freio pode ficar comprometida. É recomendada a troca do fluído uma vez por ano. Vale também checar as pastilhas e discos para evitar problemas na estrada.

7) Lavadores dos vidros e palhetas
Palhetas ressecadas não limpam o vidro direito e ainda podem arranhá-lo. A troca pode ser feita em postos de gasolina. O reservatório deve ser reabastecido com água e se possível com uma solução de detergente.

8) Sistema elétrico
O nível de carga da bateria e o funcionamento dos faróis e desembaçadores são alguns dos pontos importantes a serem checados antes de cair na estrada.

9) Validade da documentação e seguro
O condutor do veículo precisa portar durante a viagem a Permissão para Dirigir ou a Carteira Nacional de Habilitação, além da documentação do veículo (CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo).
Se você tiver seguro do veículo, lembre-se de levar o telefone da seguradora.

10) Validade do extintor de incêndio
Certifique-se que o extintor de incêndio esteja dentro da validade. É importante também ter as instruções de uso para saber o que fazer na hora de uma emergência.

11) Triângulo, macaco, chave de roda e chave de fenda
Antes de cair na estrada, confira se o carro está equipado com triângulo, macaco, chave de roda e chave de fenda.
Vale também levar na bagagem pequenas peças de reposição, como fusíveis, velas e lâmpadas.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior-arquivo)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts