Polícia procura mulher que saiu de Potirendaba há 15 dias e nunca mais foi vista

Posted by at 6:00 Comments Print

A polícia está à procura de uma mulher que saiu de Potirendaba com destino ao Recife (PE) no último dia 11 às 10h e nunca mais foi vista. Maria Aparecida dos Santos, de 45 anos, que morava no estado Pernambucano veio a São Paulo fazer tratamento médico.

A faxineira Maria José dos Santos, mãe de Maria Aparecida, conta que a filha deixou oito filhos e o marido em Recife para realizar tratamento médico em Potirendaba já que em seu estado a dificuldade em conseguir consulta pelo Sistema Único de Saúde (SUS) é grande. Ela veio à cidade no dia 13 de julho desse ano para passar com um neurologista, pois sofre também de depressão e ficou na casa da mãe aqui durante esse período.

No dia do desaparecimento, Maria José fala que saiu de casa três vezes para ir trabalhar e em duas delas o chinelo que usava quebrou e ela voltou para trocar. “Parecia um sinal que aquele dia eu não devia sair de casa. Se eu não tivesse ido trabalhar ela não teria ido embora”, diz.

Antes de sair da casa da mãe, Maria Aparecida fez uma mala de costas, duas sacolas de mão, uma de ombro e avisou o irmão dizendo que estava indo para o Recife. Ela que usava blusa regata preta e calça preta no dia em saiu de casa, não era usuária de drogas e nem ingeria bebidas alcoólicas.

O irmão contou à mãe que ela pegaria o ônibus suburbano para São José do Rio Preto e de lá pegaria outro veículo com destino a São Paulo. Para a mãe, a filha está perdida em algum lugar que não conseguiu encontrar o destino. “Ela não conhecia nada de Rio Preto. Ela deve estar perdida por aí. Liguei para meu genro e meus netos lá em Recife, mas eles disseram que ela não apareceu por lá”, diz a mãe emocionada.

Dos oito filhos deixados em Recife, Maria tem um caçula de 5 anos que está sentindo bastante falta da mãe. “Eles choram e pedem por ela a todo o momento. Peço o apelo de quem viu minha filha que ligue para a polícia e mande comunicar a gente. Estamos desesperados”, fala.

O pai de Maria chegou ir ao terminal rodoviário de Rio Preto nos guichês de empresas de transportes rodoviários com o número do RG de Maria Aparecida para saber se ela embarcou em algum ônibus, mas nada foi encontrado.

A Polícia Civil de Potirendaba já começou a investigar o caso e um inquérito civil deverá ser instaurado. Familiares e pessoas próximas de Maria serão ouvidas já nos próximos dias. Quem tiver alguma informação do paradeiro de Maria pode entrar em contato com a Gazeta pelo telefone (17) 9 8803-4123 ou da Polícia Civil (17) 3249-1257.

(Foto: Álbum de família)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts