Polícia Militar tem readequação no efetivo em cidades da região

Posted by at 12:06 Comments Print

Terça-feira, 14 de julho de 2020

O policiamento militar de cidades daqui da região noroeste paulista sofreu mudanças nas escalas de horário. Municípios que antes contavam com apenas um policial, passam agora a ter dois PMs em determinados horários do dia.

Segundo o 52º Batalhão de Polícia Militar do Interior, uma readequação de escalas e de horários foi feita para poder tentar suprir e falta de efetivo. Cidades menores infelizmente hoje contam apenas com um policial.

Aqui na região de abrangência da Gazeta do Interior, a maioria dos municípios atualmente conta apenas com uma viatura, um policial e o sargento durante o dia. Isso acontece devido à falta de efetivo policial que é uma realidade em todo o estado de São Paulo.

Nova Aliança é um exemplo e que atualmente só possui um policial. Com a mudança, Potirendaba vai passar a reforçar o policiamento da cidade durante 12 horas e agora terá uma viatura a mais de apoio.

De acordo com a escala obtida pela Gazeta, das 7h às 10h Nova Aliança continuará com apenas um policial, mas das 10h às 22h, passará a ter o apoio dos policiais de Potirendaba e das 22h às 7h volta novamente um policial.

Na apuração feita pela nossa reportagem, neste ‘horário de reforço’, uma das duas cidades vai ficar sem nenhum policial no município, mas caso haja alguma ocorrência, esta viatura é enviada ao local dos fatos agora com os dois policiais. Antes, o PM era obrigado a aguardar o reforço chegar de cidades vizinhas, pois ele não pode atender a ocorrência sozinho.

Atualmente, Potirendaba conta o programa da atividade delegada que é de uma viatura a mais com dois policiais e também do efetivo operacional diário que já era de uma viatura com dois PMs. Com o reforço de Nova Aliança, Potirendaba poderá ter então três viaturas, com seis policiais.

Bady Bassitt não sofrerá alteração na escala. O município atualmente conta com duas viaturas e quatro policiais diariamente.

Uchoa passará a apoiar a cidade de Ibirá e vice-versa. Atualmente, os dois municípios contam com uma viatura cada e apenas um policial.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, a frota da Polícia Militar do Estado é de 17 mil viaturas e um efetivo de 93.799 policiais militares – o que daria um PM para cada 463 habitantes – porém, cidades aqui da região possuem 12 mil habitantes e apenas um policial.

Para atender as 12 cidades de circulação da Gazeta, que dá uma população estimada em 120 mil moradores, existem apenas 15 policiais – uma média de um policial para cada 8 mil habitantes.

Há décadas que a Polícia Militar não recebe reestruturação no efetivo, onde os policiais aposentados e exonerados não são repostos no quadro. Aqui na nossa região, o déficit policial nestas cidades é de até quatro policiais.

O governador do estado, João Doria (PSDB), tem decepcionado a categoria com baixos reajustes salariais e quase nenhum investimento desde que assumiu o governo. Uma de suas promessas de campanha que era o aumento no efetivo, principalmente no interior, por enquanto não saiu do papel.

(Foto: Agência Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts