PINTANDO O 7: Câmara barra projeto de Loureiro que proibia executivo pintar ‘Potirendaba’ com as cores dos partidos

Posted by at 11:16 Comments Print

Luiz Aranha

luiz@gazetainterior.com.br

A câmara dos vereadores de Potirendaba barrou na noite dessa quarta-feira (4), o projeto de lei indicado pelo vereador João Antônio Loureiro (PSD), que obriga o executivo a pintar patrimônios públicos nas cores da bandeira do município.

Segundo a justificativa do legislativo, o projeto não compete aos vereadores e sim ao próprio executivo, uma vez que a própria lei do município tem como cláusula dar ao próprio prefeito, autonomia de pintar das cores que bem entender prédios e patrimônio público.

Cleber Sauro Polette (PV), um dos três membros da comissão de justiça e redação da câmara, afirmou que o projeto foi politicagem e geraria custos enormes aos cofres públicos. “O nobre vereador só pensou em fazer politicagem com esse projeto e não pensou nos custos que isso geraria ao município. Devemos usar a câmara para fazer política e não politicagem, pois estamos aqui para defender o povo e não ideologias próprias”, explicou Polette.

A polêmica do projeto surgiu depois que Gislaine Montanari Franzotti, prefeita de Potirendaba, vem pintando prédios públicos com a cor vermelha, respectivamente do seu partido, PMDB. A discussão divide opiniões, pois a prefeita entregou quites escolares, uniformes e adesivou a frota municipal tudo na cor vermelha.

“Se o Ministério público encontrar irregularidades e achar que a prefeita está exagerando, compete a ele investigar e penalizar a prefeita”, continua Cleber.

Loureiro afirmou em seu projeto que tem como base impedir que, a cada mandato, os Chefes do Executivo e Legislativo Municipal adotem cores selecionadas de acordo com suas preferências, acarretando despesas indevidas apenas para satisfazer interesse pessoal. João foi procurado pela reportagem para falar sobre o assunto, mas não foi encontrado.

(Foto: Diogo De Maman)

Destaques Política Últimas Notícias , , , , , , ,

Related Posts