Pesquisadores tentam descobrir mortandade de abelhas em Potirendaba

Posted by at 8:43 Comments Print

Apicultores de Potirendaba estão tendo prejuízos com a mortandade de abelhas na cidade. Pesquisadores de Campinas estiveram no município esta semana para tentar descobrir o motivo.

O engenheiro agrônomo, José Augusto Octaviani, também é apicultor e estima um prejuízo de cerca de R$ 10 mil. “Eu tenho abelhas em várias partes da zona rural da cidade, mas notei que só as do bairro Vila Formosa morreram. Lá eu perdi 12 caixotes. Ainda não sabemos o que pode estar provocando a morte, mas acreditamos que seja algum tipo de herbicida”, diz.

Outro produtor da cidade perdeu, pelo menos, 500 caixotes de colmeias. Segundo o engenheiro, Potirendaba possui cerca de 10 produtores e quase todos sofreram com a morte de abelhas este ano.

“É uma situação difícil de saber, porque temos usinas e produtores de leite na nossa região que utilizam inseticidas fortes e até mesmo proibidos. Uma abelha contaminada que volta para a colmeia, pode contaminar todo o grupo e o que provoca a morte de todas elas”, explica Octaviani.

Um grupo de pesquisadores do Projeto Colmeia Viva veio até Potirendaba esta semana para coletar abelhas vivas e mortas para tentar entender a morte dos insetos. “O resultado leva 60 dias para ficar pronto e agora vamos aguardar para ver quais atitudes tomar”, finaliza.

(Foto: Arquivo pessoal)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts