Parabéns Tabapuã! Cidade completa 93 anos de emancipação com desenvolvimento e progresso

Posted by at 10:23 Comments Print

Chegou a vez de parabenizar mais uma das cidades praças da RAG ( Região de Abrangência da Gazeta). Tabapuã comemora hoje (27) 93 anos de emancipação político administrativa. Por isso a Gazeta do Interior foi descobrir toda a história do município e traz os pontos positivos e negativos da cidade.
Anteriormente chamada de Rancharia, a cidade era apenas uma vila que servia como dormitório aos bandeirantes que transitavam por essa região. A vila cresceu e se tornou Tabapuã, cujo significado do nome é união de aldeias, vindo de origem Tupi.
Hoje, com pouco mais de 11 mil habitantes, Tabapuã é conhecida nacionalmente como cidade Jardim que, como próprio apelido diz, refere-se aos jardins que existiam na praça da matriz e César de Carvalho que causavam inveja a todos os visitantes. Porém, em todos esses anos nem tudo são flores na cidade jardim. A Praça da Matriz que era para ser de flores está esquecida e cheia de buracos como divulgado na edição nº 7 da Gazeta.
Entre as reclamações dos tabapuanenses está à saúde e a segurança pública. A falta de medicamentos e a demora para a realização de exames e consultas são algumas das deficiências do município. A preocupação com a segurança aumenta conforme o número de assaltos e roubos que tem ocorrido no município nos últimos meses.
Segundo a secretária de Segurança Pública, só em 2011 foram mais de 140 ocorrências. Nesse sentido, a população exerceu o papel de cidadão em 2011 e durante uma sessão extraordinária na Câmara Municipal, vários populares se reuniram e reivindicaram por melhorias na segurança. Meses depois a Guarda Municipal foi reinstalada.
Com 99 anos, o escrivão aposentado Vitto Montini Netto, conta que viu a cidade crescer a cada dia e que tem orgulho de ter feito sua família por essas terras. “Vim pra Tabapuã muito jovem e aqui fiz minha vida. Confesso que no começo não achava um pouco de graça nessa cidade e queria voltar pra minha cidade (Itajobi) a qualquer custo, mas com o tempo e com o povo hospitaleiro que tem nessa cidade, fui me acostumando e me sentindo em casa”, diz Netto.
“Sei que meus dias estão para acabar, mas quero que seja aqui. Hoje amo essa cidade, foi aqui que criei meus filhos e netos. Vi essa cidade crescer e agora faço parte de fato da cidade”, conta aos risos ao lembrar da cerimônia realizada ano passado na Câmara Municipal tornando o Sr. Vitto um cidadão tabapuanense.
Economicamente falando, a cidade é mantida pela agricultura da cana-de-açúcar, além de famosas madeireiras e malharias que empregam vários munícipes. Com o comércio diversificado nos últimos anos, Tabapuã evoluiu quanto à estrutura de lojas, departamentos e variedades evitando assim que seus cidadãos recorram a cidades maiores como Catanduva e São José do Rio Preto.
Com a educação considerada uma das melhores do estado, conforme publicação de setembro da Gazeta, segundo os dados do IDEB, a cidade jardim foi uma das pioneiras em inserir o sistema apostilado Positivo de ensino em 2001.
Nos outros setores, temos que destacar o esporte que sempre faz bonito em campeonatos pela região com ótimos resultados e o meio ambiente que, dentre as cidades da RAG, foi à melhor colocada ganhando, pela segunda vez consecutiva, o selo de município verde azul.
Problemas como o aterro sanitário a céu aberto e da grande quantidade de lixo jogada às margens dos rios Limeira e Barro Preto que cortam a cidade ainda são realidades em Tabapuã.
Com uma das melhores festas de peão da região, Tabapuã sempre é berço de grandes shows. Grandes nomes da música sertaneja como Luan Santana, Michel Teló, Chitãozinho e Xororó, João Paulo e Daniel já passaram pela cidade.
Quando não há festa, não há diversão. O Centro de Lazer que seria uma alternativa de lazer aos munícipes, recentemente teve um novo salão de festas construído, mas está esquecido com mato alto e quiosques inacabados.
Excepcionalmente este ano, o feriado de aniversário da cidade passará em branco, pois segundo a presidente do Fundo Social de Solidariedade, Ednalva Sartorello, e o vice-prefeito, Silvio Sartorello, a prefeitura está contendo gastos para entregar a gestão sem dívidas. “Não vamos fazer nenhuma comemoração para conter os gastos e entregar a prefeitura para o próximo prefeito em ordem, já que a verba de arrecadação é muito pequena”, disseram.
Até o fechamento desta edição, não foi definido se o Motocross, esporte já tradicional na semana de aniversário da cidade, será realizado ou não. Apesar das dificuldades e dos desafios, Tabapuã é uma cidade harmoniosa, acolhedora e de muita gente bonita.
Parabéns a todos os tabapuanenses pelos 93 anos de emancipação. Esses são os votos da equipe Gazeta do Interior.

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , ,

Related Posts