Palmeiras vence Libertad na raça e está nas oitavas

Posted by at 21:53 Comments Print

Um chute errado e fraco de Wesley de fora da área caiu nos pés de Charles. Foi melhor do que qualquer passe. O arremate colocou o volante na cara do gol, e a finalização por entre as pernas do goleiro Mu├▒oz, aos 7 minutos do segundo tempo, deu uma vaga para o Palmeiras nas oitavas de final da Libertadores. O alviverde jogou, novamente, com muita raça e venceu o Libertad por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, no lotado Pacaembu.

Para assegurar o triunfo e a consequente classificação antecipada no grupo 2, o alviverde contou com o lance de sorte no gol, mas teve competência para segurar o resultado por quase 30 minutos com um homem a menos em campo após a expulsão de Wesley.

O Palmeiras, agora com nove pontos, defende a liderança da chave diante do eliminado Sporting Cristal – 5 pontos -, no Peru, na próxima quinta-feira. Já o Libertad recebe o Tigre no Paraguai precisando da vitória ou empate. O time argentino se classifica em caso de triunfo fora de casa.

Com um time veloz, o Palmeiras superou a desorganização em campo e levou perigo ao adversário no primeiro tempo. Uma linha de frente foi formada no ataque com Vinícius, Wesley, Souza e Juninho. Os quatro jogadores mais avançados incomodaram o adversário.

O problema no alviverde foi o excesso de jogadas pela ponta, sem a presença de um jogador de referência na área. Com isso, as jogadas criadas principalmente por Juninho e Vinícius na esquerda não eram sequer concluídas.

A tática montada às pressas por Gilson Kleina, por conta do excesso de desfalques, funcionou defensivamente. Marcelo Oliveira ficou preso na ponta esquerda da defesa, com Charles e Márcio Araújo se revezando para fechar o setor, e assim, o alviverde anulou o lado direito do ataque do Libertad, considerado o ponto forte do time na visão de Kleina.

Em erros individuais na saída da bola do Palmeiras é que o time paraguaio conseguiu criar suas chances. No entanto, nada que chegasse a assustar Fernando Prass.

No primeiro tempo, quem esteve mais perto do gol foi o Palmeiras. Duas cobranças de falta na entrada da área encheram a torcida de esperança. Nelas, Ayrton, e depois Souza, tiveram os chutes desviados pela barreira.

O segundo tempo começou sem modificações nos dois times e com o Palmeiras voltando a pressionar o adversário. Logo no início Marcelo Oliveira, jogador surpresa na área do Libertad, quase marcou um golaço de letra. Não demorou muito para a pressão resultar em gol.

O volante Charles chutou de perna esquerda na saída de Mu├▒oz aos 7 minutos. A festa no Pacaembu foi incrível. Como gol de título.

Nove minutos depois do gol veio a expulsão de Wesley. A partir daí, o Palmeiras abusou dos “chutões”, cai-cai, e da catimba. O time avançou na Libertadores na base da raça.

Fonte: Uol

Foto: AFP PHOTO / Nelson ALMEIDA

Destaques Esportes Últimas Notícias ,

Related Posts