Operação do Detran lacra oficinas de desmanche em Potirendaba e Bady Bassitt

Posted by at 17:09 Comments Print

Uma operação do Detran (Departamento Estadual de Trânsito), em conjunto com a Polícia Militar, Polícia Civil e Secretaria da Fazenda lacrou nesta segunda-feira (15), duas oficinas de desmanche em Potirendaba e outras duas em Bady Bassitt . A ação em cumprimento de uma lei Estadual em vigor desde janeiro deste ano, vistoriou comércios de peças usadas em seis municípios da região.

Os locais foram averiguados pelos agentes em apoio com os policiais. Pela nova lei, proposta pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) e aprovada na Assembleia, apenas estabelecimentos previamente cadastrados do Detran podem vender peças usadas. As peças precisam conter mecanismos que permitem rastrear sua origem, entre outras exigências.

Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública, os roubos a veículos tiveram um aumento de 3,6% em maio deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado – de 4.012 casos para 4.159. Os furtos a carros cresceram 17,6% nos dois períodos – de 9.453 casos em 2013 para 11.122 neste ano.

Nas duas oficinas interditadas em Potirendaba, peças de carros desmontados foram encontradas. Segundo a Polícia Militar, nenhuma das peças como motor, chassi ou placa apresentavam algum tipo de adulteração.

Para o comerciante se tornar regular de acordo com a lei, é necessário ele emitir nota fiscal eletrônica pela peça usada que ele está comercializando.

O dono de um dos locais interditados, Anésio Antonio Ruis, diz que para cumprir a lei, ele teria que pagar um valor muito alto de impostos e isso não será viável. “O jeito vai ser parar de trabalhar. O valor de imposto chega a R$ 15 mil por ano. Eu nem ganho isso, ando com carro velho. Como que vou continuar trabalhando”, questiona.

Já o outro proprietário que preferiu não se identificar, alegou que não sabia da lei e também lamenta. “Tenho filho pequeno pra tratar. Esse era meu único meio de sobrevivência. Se eu soubesse da lei eu teria cumprido antes. Agora é correr atrás para tentar regularizar”, diz.

Em Bady Bassitt, uma loja de motos e uma loja de peças de veículos foram fechadas. Uma moto foi apreendida para averiguação, mas também ninguém foi preso ou alguma peça com adulteração foi encontrada.

As sanções para quem descumprir a lei vão desde interdição do comércio, cassação da inscrição no ICMS – tributo arrecadado pela secretaria da Fazenda e multa no valor de R$ 30 mil.

(Fotos: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts