Obra de duplicação da entrada de Bady Bassitt segue a passos lentos e irrita motoristas

Posted by at 12:09 Comments Print

Reportagem de 19/07/2019

As obras de duplicação e recape da entrada de Bady Bassitt anunciadas há mais de um ano seguem a passos lentos e tem provocado irritação em motoristas que trafegam pelo local. A recuperação do trecho de cerca de um quilômetro vai custar R$ 2,2 milhões.

Anunciadas em março do ano passado, as obras seguem em ritmo lento e ainda sem previsão de conclusão. O trânsito para quem entra e sai da cidade segue pela faixa de rolamento antiga, onde o asfalto é bastante danificado, com ondulações, buracos e sem nenhum tipo de sinalização.

Quem trafega pela via reclama, pois, além da lentidão das obras, os motoristas tem de conviver com o congestionamento diário. É o caso da auxiliar de contabilidade, Tatiana Galina de Souza, que trabalha em São José do Rio Preto e passa todos os dias pelo trecho.

“Acredito que vão entregar apenas no período eleitoral do ano que vem, como sempre fazem para se aparecer. É um descaso com nós contribuintes que pagamos nossos impostos e exigimos o mínimo que é uma via com condições dignas de tráfego. Como aqui é a única entrada e saída da cidade, o trânsito em horário de pico é caótico e ninguém faz nada”, reclama.

De acordo com o projeto apresentado, o recape é de um quilômetro e está sendo realizado do portal de entrada da cidade até o trevo da acesso à rodovia BR-153. A via é o prolongamento da rodovia Maurício Goulart (SP-355) que segue para Nova Aliança.

A verba de R$ 2,2 milhões é do Governo do Estado de São Paulo. A via, como a Gazeta já mostrou várias vezes, é de grande intensidade de fluxo, já que, além dos moradores de Bady Bassitt, motoristas de Nova Aliança, Mendonça e Potirendaba também utilizam o trecho.

Procurada pela nossa reportagem, a prefeitura de Bady Bassitt não se manifestou sobre o atraso das obras e também não deu um prazo para a conclusão do serviço.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts