O mapa da dengue na região; Tabapuã se nega a passar número de casos atualizados

Posted by at 17:46 Comments Print

O número de casos de dengue na região de circulação da Gazeta não para de aumentar. Tabapuã que já é a cidade que tem maior número de pessoas doentes até o último levantamento, não informa mais os dados atualizados.

Na reportagem feita no último dia 23 de janeiro pelo portal, o município possuía 15 pessoas com dengue. Dessa vez nossa produção questionou por várias dias a assessoria de imprensa da prefeitura e ligou até no celular do secretário de saúde, porém não obtivemos respostas.

Até nesta quinta-feira 5, Potirendaba já tinha confirmado três casos, Urupês dois, Guapiaçu seis e Nova Aliança nenhum. As demais cidades ninguém responsável para passar os números atualizados foi encontrado.

A resposta em algumas das cidades era de que a pessoa autorizada por fornecer essa informação já tinha ido embora, porém nossas ligações foram feitas das 16h desta quinta, até às 16h45, horário que ainda deveria ser de expediente.

Catanduva que fica a cerca de 30 quilômetros de Tabapuã já soma mais de 800 casos da doença e vive estado de alerta com epidemia. São José do Rio Preto que cerca boa parte das cidades da Gazeta como Guapiaçu, Cedral, Potirendaba e Bady Bassitt divulgou no último dia 31 que a cidade tinha 68 casos confirmados. A secretaria de saúde do município divulga os dados a cada 15 dias.

Em visita à Uchôa nesta última quarta-feira, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse que enviou equipes da (Sucen) Superintendência de Controle de Endemias para auxiliar no combate ao mosquito em Catanduva. Na semana passa um aposentado morreu na cidade e ainda há suspeita de uma segunda morte por dengue no município.

(Editoria de artes/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts