Sete fugitivos da DIG já foram recapturados pela polícia; 19 continuam nas ruas

Posted by at 11:53 Comments Print

Luiz Aranha

luiz@gazetainterior.com.br

Sete dos 26 presos que fugiram da carceragem da DIG, (Delegacia de Investigações Gerais) de São José do Rio Preto no último domingo (23), já foram recapturados pela polícia. Entre eles o suspeito de ter matado dois travestis no mês passado.

Durante toda a noite a movimentação foi intensa na delegacia. A fuga aconteceu no início da noite depois que os presos conseguiram render um carcereiro.

Segundo o delegado titular da DIG, Fernando Augusto Tedde, os detentos conseguiram sair pelo estacionamento interno do prédio e em seguida tiveram acesso à rua. O delegado afirma ainda que a arma usada foi feita pelos próprios presos.

Logo após a fuga, policiais civis e militares começaram as buscas. Pouco tempo depois um dos fugitivos foi recapturado.

Segundo o major da Polícia Militar, Luiz Vicente, o mentor da fuga teria sido o ex-policial Benedito Santos, de 50 anos. Ele é o suspeito confesso de ter matado dois travestis no mês passado em Rio Preto e ter deixado outros dois feridos. Ele e outros fugitivos, detentos que cometeram os mais variados crimes, foram encontrados pela polícia no município de Onda Verde.

O major disse ainda que as buscas continuam e policiais da Força Tática e o helicóptero Águia da polícia apoiam a operação na recaputura pelos outros 19 criminosos.

Em 2009 uma outra fuga semelhante foi registrada na DIG. Dez detentos conseguiram deixar a cadeia depois de serrar grades da cela e render um carcereiro. Os presos fugiram em duas viaturas da polícia e uma moto. Em abril desse ano outro preso fugiu pela porta da frente.

No primeiro semestre desse ano, o Promotor de Justiça, José Heitor dos Santos, pediu a retirada dos detentos. Lados do Ministério Público apontavam falta de estrutura no prédio, como ausência de muralhas e de sistema de vigilância contínua, além de superlotação, insalubridade e risco de proliferação de doenças infectocontagiosas. A DIG conta com oito celas de oito metros quadrados cada.

O prédio não tem estrutura para suportar os 56 detentos do local. O que reforça essa tese é que a delegacia fica em bairros residenciais.

(Imagem: Reprodução SBT Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , , ,

Related Posts