MP pede juri popular para filho do vereador Daniel Caldeira

Posted by at 11:26 Comments Print

O Promotor de Justiça de São José do Rio Preto, Marco Antônio Leles, denunciou o filho do vereador Daniel Caldeira por homicídio duplamente qualificado. Para o Ministério Público não há dúvidas de que Tiago Caldeira Mateus executou a própria esposa com um tiro.

No fim do mês passado a polícia fez a reconstituição do crime. O rapaz de 26 anos voltou à casa onde morava com a mulher, Anelise dos Santos Galisteu, também de 26 anos. No dia que Galisteu foi encontrada morta com um tiro, Thiago disse à polícia que o disparo foi acidental e ele foi preso para investigação do caso.

Para o promotor Marco Leles, Mateus houve intensão de matar Anelise. “Eu não tenho mais dúvida de que ele (Tiago) matou a esposa propositalmente. Creio que dentro de 60 dias o juiz acata a denúncia e levamos o caso à júri popular”, disse o promotor.

Para o advogado de defesa de Mateus,Omar Ismail Rocha Hakim Junior, não houve dolo. “Vamos aguardar a denúncia da promotoria e dentro de dez dias apresentamos defesa. É fato que o Thiago não teve a intenção de matar a esposa”, disse.

Entenda o crime:

Segundo o boletim de ocorrência, Tiago estaria sentado na mesa da cozinha com a mulher, Anelise dos Santos Galisteu, também de 26 anos, quando Mateus manuseava um revólver calibre 38, no dia 18 de junho de 2013 . ├Ç polícia o suspeito disse que sempre deixava apenas uma bala no tambor da arma e que o disparo que foi acidental, teria atingido a cabeça da vítima.

Anelise foi socorrida e levada ao Hospital de Base, mas não resistiu aos ferimentos. Já Tiago foi preso momentos depois do crime e levado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Rio Preto. Um bebê de quatro meses, filho do casal, foi acolhido por vizinhos e agora está com a família.

(Foto: Reprodução Facebook)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts