Motoristas reclamam de abandono de vicinal que liga Novais a Catanduva

Posted by at 10:05 Comments Print

Motoristas que trafegam pela vicinal Alberto Lahoz de Carvalho que liga Novais a Catanduva reclamam do estado de abandono da via. A pista é a mesma onde várias pessoas morreram depois que uma ponte foi arrastada pelas chuvas em janeiro do ano passado.

O motorista de um ônibus de transporte coletivo, Claudevir Ferreira Vanderlei, relata que passa todos os dias pelo trecho e as condições estão precárias. “A situação está caótica. Desvia de um buraco e cai em outro. Para nós que estamos transportando pessoas, a atenção tem que ser redobrada”, fala.

Claudevir acredita que as condições do trecho tem piorado devido ao grande fluxo de caminhões canavieiros que trafegam dia e noite pela estrada. Sem possuir rotas alternativas, a solução para chegar às usinas é usar a mesma rodovia que os demais veículos.

“Infelizmente a culpa não é deles e sim dos governos que não dão manutenção, pois as usinas pagam os mesmos impostos que todos nós. Os veículos recolhem licenciamento e IPVA normalmente, então algo urgente precisa ser feito”, diz.

O trecho de 14 quilômetros de pista simples não possui acostamentos, sinalização e os buracos são um atrás do outro. Por ser vicinal, a administração compete exclusivamente aos municípios de Catanduva e Novais.

Quatro cidades utilizam a vicinal: Catanduva, Novais, Tabapuã e Olímpia – um movimento de aproximadamente 38 mil pessoas diariamente o que, consequentemente, piora o asfalto. No ano passado, seis pessoas morreram depois que a ponte do córrego dos Tenentes foi arrastada pela correnteza das fortes chuvas.

A professora Santina de Freitas Figueiredo passa todos os dias pela rodovia para dar aulas em Catanduva e ela diz que já escapou da morte por pouco. “Um carro tentava me ultrapassar e no sentido contrário vinha um caminhão de cana. Na ultrapassagem o carro desviou de um buraco e para não bater no caminhão, bateu na lateral do meu carro e me empurrou para a grama, se eu estivesse em alta velocidade teria capotado o carro e morrido”, relata.

A prefeitura de Novais disse que já está realizando ações de tapa buraco desde o começo desta semana e prometeu enviar fotos à redação para provar o que vem sendo feito ao longo de seus sete quilômetros que são de sua responsabilidade. Já Catanduva disse que não há previsão para a realização do trabalho na vicinal que dá acesso a Novais.

(Fotos: Colaboração leitores/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts