Moradores sofrem com falta de placas de sinalização em bairros de Potirendaba; dona de casa teve muro derrubado por carros em alta velocidade três vezes

Posted by at 7:03 Comments Print

Moradores de dois bairros de Potirendaba reclamam que não recebem correspondências pelos correios por falta de placas com nome das ruas. Os dois loteamentos foram entregues há mais de três anos e ainda nem faixas de pare existem nas ruas. Uma das moradoras reclama que teve o muro de casa derrubado três vezes por veículos que trafegam em alta velocidade.

Camila Martins Camilo foi uma das moradoras do bairro Jardim do Bosque que procurou nossa reportagem. Ela solicitou uma linha telefônica durante quatro meses e por falta de nome nas ruas, a empresa não conseguia achar a casa para instalar o serviço.

“Eu esperava um mês, ligava na empresa e pedia por que não vieram. Alegavam que não achavam o endereço que eu passava. Depois de quatro meses tentando, um dia finalmente conseguiram achar”, diz Camila.

Moradores falam que contas como de água, energia elétrica e IPTU chegam normalmente, apenas correspondências pelos Correios que não são entregues.

Débora Dias Delmaschio comenta que seu marido tem que ir toda a semana na unidade dos correios que fica no centro da cidade para buscar as contas. “Se a gente não for buscar, as contas atrasam e nossos nomes ficam negativados. É uma situação bastante complicada”, diz.

Luciana Pepe dos Santos, também moradora do bairro Jardim do Bosque, reclama que seu filho foi uma das vítimas por conta da falta de sinalização de um dos cruzamentos do bairro. “Uma van bateu na lateral do carro em que meu filho estava. Outros carros que estavam estacionados também foram atingidos. Ali ninguém sabe de quem é o pare, fica complicado”, conta Luciana.

Rosilene Perpétua Pastega mora no bairro José Afonso Amato há 14 anos. A casa dela fica na esquina da rua Severino Ariosa, na rotatória que divide o bairro Jardim do Bosque, na saída para o Bairro Vila Nova. Ela conta que o muro da casa dela já foi derrubado três vezes por conta de veículos em alta velocidade que não sabem de quem é o sinal de pare.

“Eu já abri sete reclamações na prefeitura solicitando um semáforo ou uma rotatória, mas até agora ninguém fez nada. Eu e minha família estamos correndo risco. Vêm caminhões grandes da usina e pode atingir minha cozinha, local onde eu mais fico. Quando eu escuto algum barulho, saio correndo com medo”, conta a dona de casa.

Em pouco mais de dez minutos que nossa equipe ficou no local, pudemos constatar diversos veículos trafegando em velocidade acima do permitido. Por falta de sinalização, motoristas ficam perdidos e não sabem quem deve parar.

Nossa equipe percorreu também algumas ruas do bairro Buque de Fores que, segundo a administração, o loteamento foi entregue à prefeitura há mais de três anos. No local também faltam placas com os nomes das ruas e faixas de pare.

Vanelma, uma das responsáveis pelo loteamento, Buque de Fores, fala que fez solicitação junto à prefeitura para instalar placas com os nomes das ruas, mas a resposta obtida é de que o município não tinha dinheiro para sinalizar o bairro.

Ademir Fortunato, responsável pelo loteamento Jardim do Bosque, disse que já mandou confeccionar as placas com os nomes das ruas e que deverão ser instaladas em 10 dias.

Questionado de quem seria a responsabilidade pela sinalização das ruas do bairro, Ademir não soube dizer se é dele (loteador) ou da prefeitura. “Eu me comprometi, fiz as placas e vou instalar”, disse.

Em nota, o departamento jurídico da prefeitura de Potirendaba confirma a versão dada por Ademir. Para a prefeitura, o proprietário também se comprometeu em instalar as placas em 10 dias. Ainda segundo a nota, o proprietário do residencial Buquê de Flores, Vilmar Teixeira, não foi encontrado para falar sobre o assunto e a prefeitura aguarda respostas do proprietário sobre a decisão.

Já sobre o cruzamento sem sinalização da saída para o bairro Vila Nova, a coordenadoria de segurança do município informou que está sendo realizado um estudo para melhorias no local e que um levantamento na cidade toda está sendo feito para melhorias de sinalização.

DENÚNCIA:

Após essa mesma reportagem ser vinculada na edição impressa, do mês de abril, da Gazeta do Interior, a prefeitura de Potirendaba começou a pintar faixas de pare em algumas ruas do bairro Jardim do Bosque. Porém amanhã, dia 25, completa um mês que foi prometida a instalação das placas e até agora nada foi feito pelo loteador.

A Gazeta vai continuar acompanhando e cobrando soluções do loteador.

(Fotos: Luiz Aranha)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , , ,

Related Posts