Moradores de Uchoa (SP) reclamam de falta de rotatória e sinalização em entrada da cidade

Posted by at 10:46 Comments Print

Terça-feira, 02 de junho de 2020

Moradores de Uchoa (SP) procuraram a Gazeta para reclamar da falta de uma rotatória na entrada da cidade. Motoristas trafegam pelo local em alta velocidade e colocam em risco a vida de outros condutores que cruzam a pista.

O trecho é a continuação da rodovia Roberto Mario Perosa (SP-739), que liga Uchoa à Sales (SP). A velocidade permitida na rodovia é de 80km/h, mas que quase nunca é respeitada pelos condutores.

O local fica logo depois do portal de entrada do município e dá acesso ao bairro Paulino Davanzo III, onde várias residências e chácaras já estão construídas. Segundo um morador do bairro que prefere não ser identificado, veículos entram e saem do município a mais de 100 quilômetros por hora e teme uma tragédia.

“Por volta das 18h, o fluxo de carros aumenta ainda mais por aqui. A gente sai e entra no bairro e o risco é muito grande devido à quantidade de veículos que passam pelo local”, afirma.

Um comerciante que trabalha na avenida e que também prefere não ter o nome divulgado diz que, constantemente, presencia freadas bruscas de veículos no trecho. Ela fala que no local deveria existir uma rotatória de acesso.

“Quase sempre eu vejo os carros que andam pela rodovia tendo que frear bruscamente para não colidir com quem acessa a rodovia. Aqui precisa de uma rotatória com sinalização urgente”, diz.

No trecho não existe qualquer tipo de sinalização alertando os motoristas sobre a saída de veículos do bairro. Uma espécie de cruzamento até foi executado, porém é em nível, e, o único redutor de velocidade mais próximo que existe é uma lombada na entrada da cidade.

Questionada sobre a reclamação dos moradores, a prefeitura de Uchoa disse em nota que o dispositivo de acesso foi construído há anos e que foi sinalizado pela atual administração. Trecho da nota o município diz que a Secretaria de Desenvolvimento de Políticas Públicas juntamente com o Departamento de Engenharia estuda a possibilidade de elaboração de um novo projeto para construção de um dispositivo de acesso a ser aplicado no local e que a vai interceder junto a loteadora responsável pelo empreendimento para auxiliar na execução das obras.

(Foto: Agência Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias

Related Posts