Moradores de Potirendaba reclamam de lâmpadas queimadas em bairros da cidade

Posted by at 9:13 Comments Print

Dezenas de moradores tem reclamado de lâmpadas de postes queimadas em diversos bairros de Potirendaba. Nesta quinta-feira (04/10/2018), a Gazeta do Interior contabilizou 23 reclamações recebidas entre contatos de WhatsApp e mensagens através do Facebook.

De acordo com os leitores existem ruas escuras em vários bairros do município. Vila Scarpelli, Jardim dos Eucaliptos, Centro, Santo Antonio, Rosário, Santos Reis e Jardim das Hortênsias são alguns deles.

A aposentada Maria Perin é uma das moradoras do bairro Vila Scarpelli que procurou a Gazeta. Ela diz que a lâmpada do poste em frente a sua casa, na rua Ângelo Zani, está queimada há quase dois meses.

“É lamentável uma situação dessas. A gente paga taxa de iluminação pública e é obrigada a viver em uma rua completamente escura, sem contar a onda de criminalidade que a cidade enfrenta, o que pode facilitar a ação de criminosos”, afirma.

Quem procurou a Gazeta também foi a dona de casa, Margarete Garcia de Oliveira, moradora do bairro Jardim das Hortênsias. Ela reclama que na rua dela dois postes estão com as luzes queimadas há mais de três meses.

“A noite vai caindo e dá medo em ficar aqui na frente de casa de tanta escuridão. Essa rua é cheia de árvores e isso faz com que fique ainda mais escura e com esses dois postes queimados a situação piora”.

A analista de frota, Ana Sanfelice, postou uma reclamação em sua página no Facebook. No texto ela cobra explicações do prefeito Flávio Alves e do vice Renato Prieto.

“Gostaria de pedir, por gentileza, que se não é capaz de fazer seu serviço de prefeito, oriente ao menos seus funcionários para nos dar pelo menos uma satisfação dos problemas! Estou hoje, pela terceira vez, reclamando da iluminação de um poste em frente à minha casa e seus funcionários somente dizem que não tem quem faça o serviço”, diz trecho da publicação.

Ana mora na rua 13 de maio, no bairro Santo Antonio e afirma que a lâmpada está queimada há pelo menos três meses. “Tenho criança pequena e é uma rua que é saída da cidade, a gente fica com medo”, disse a moradora à Gazeta.

Questionada, a prefeitura de Potirendaba explicou que o contrato com a empresa que prestava os serviços se encerrou e que uma nova licitação está sendo realizada.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , ,

Related Posts