Moradores de Cedral e Tabapuã (SP) reclamam de falta de água há várias semanas

Posted by at 9:10 Comments Print

Sábado, 12 de setembro de 2020

Moradores de alguns bairros de Cedral e de Tabapuã (SP) têm sofrido com a falta de água há várias semanas. Mesmo antes do período de estiagem, algumas pessoas reclamam que o desabastecimento é constante.

A jornalista, Carla Prado, conta que mudou para Tabapuã há poucos meses e, desde que chegou no município, têm sofrido com falta de água. Seus pais que sempre moraram na cidade afirmam que o problema se arrasta há anos.

“Eu moro em um sobrado e a água não consegue subir na caixa para abastecer. Tem dia que fico aqui mais de 12 horas sem nenhuma gota de água para fazer absolutamente nada, nem para beber”, explica.

A jornalista mora no Centro da cidade, mas moradores do Residencial Aroeiras também têm se queixado do mesmo problema. No bairro, segundo a própria prefeitura, um poço deve começar a ser perfurado ainda este mês.

Além do problema da falta constante de água que a cidade já enfrentava, chegou também o período da estiagem que fez com que os poços reduzissem sua capacidade de captação em até 50%. Se não bastasse, por causa das queimadas e o tempo seco, o consumo e o desperdício também aumentaram cerca de 50%.

Segundo a Diretoria de Saneamento de Tabapuã (DISA), a cidade possui 12 poços de abastecimento e todos estão com a capacidade de captação baixa. Campanhas de conscientização começaram a ser feitas através das redes sociais, esta semana, para pedir a colaboração da população.

“Este problema se arrasta há anos e não é só pela falta de chuva, mas sim pela falta de mais poços e gerenciamento. Moramos em uma cidade com pouco mais de 12 mil habitantes, não moramos em grandes capitais para ficar o dia todo sem água. Isso é desumano”, reclama.

Em Cedral, a situação também é bem parecida. Simone Piobelli mora no bairro Jaguaré e fala que já faz 15 dias que está sofrendo com o desabastecimento.

“A gente trabalha o dia todo e quando chega em casa não tem uma gota de água nem para lavar a mão. Quando chega um pouco de água, ela não sobe no chuveiro para tomar banho, não conseguimos lavar uma louça. Estamos vivendo uma situação lamentável”, reclama.

Moradores reclamam que água não sobe no chuveiro

Segundo a prefeitura de Cedral, o problema de falta d’água no bairro é antigo e existe há mais de 20 anos. De acordo com nota enviada à Gazeta, com a alta demanda e a estiagem isto se agrava.

“Todo o Sistema de abastecimento de água da cidade está sendo reestruturado. No Jaguaré foi realizada a medição da capacidade do poço e já foi adquirida uma bomba adequada, assim como a substituição da rede elétrica. Porém nenhum sistema é melhor que o uso consciente de água, especialmente nesta época do ano”, diz trecho do documento.

(Fotos: Colaboração leitores/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts