Maior número de larvas do Aedes está no Centro de Potirendaba, diz Vigilância

Posted by at 11:00 Comments Print

Um levantamento da Vigilância Epidemiológica de Potirendaba aponta que o maior número de larvas do mosquito Aedes aegipity está no Centro da cidade. Até agora já são mais de 113 pessoas com dengue no município e mais de 800 com suspeita dela.

De acordo com a planilha do índice larvário fornecida à Gazeta, a cidade foi dividida em cinco regiões e setorizada pelos Postos de Saúde da Família (PSF’s). O estudo feito de 16 a 28/05/2019, mostra que 120 focos do mosquito que transmite a dengue, zika e chikungunya foram encontrados em Potirendaba.

A área com o menor número de larvas do mosquito é a do PSF 3, do bairro São Francisco onde foram encontrados seis focos. Em seguida vem a região do PSF 1, no bairro Jardim das Hortênsias, com 16 criadouros de larvas.

Depois vem o PSF 6, no bairro Luís Pastoreli, onde em 18 imóveis foram encontrados larvas. Na sequência vem o PSF 2, no bairro Jardim dos Eucaliptos, com 19 residências com criadouros do Aedes.

Por último vem a região do PSF 4 e 5, na área central, onde em 61 casas e comércios agentes de saúde encontraram larvas do mosquito. A grande preocupação do departamento é que os números de pessoas infectadas por dengue não param de aumentar desde o começo do ano.

Em Potirendaba foram realizados nove dias de arrastão com cerca de 40 funcionários da Coordenaria de Saúde em todo o município. Nebulização com inseticida também vem sendo realizada.

Até agora já são mais de 113 pessoas confirmadas com dengue e mais de 800 com suspeita dela na cidade. Esta é uma das piores epidemias da história do Brasil. De acordo com o Ministério da Saúde, até agora já foram registrados 675.174 casos prováveis de dengue. Em 2018, o número era de 134.048 no mesmo período.

(Foto: Divulgação)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts