Maior chefe de facção criminosa do país é morador de Potirendaba

Posted by at 6:41 Comments Print

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) denunciou 175 integrantes da maior facção criminosa do país. Amarildo Vanderlei Branco apontado como “sintonia fina do crime organizado” é morador de Potirendaba.

Branco que é conhecido como “Lecão”, foi preso em maio do ano passado em uma chácara de Potirendaba com mais sete membros enquanto realizavam uma festa para arrecadar fundos para a facção. No local foram encontradas porções de maconha, R$ 5,5 mil em dinheiro, trinta cartuchos, duas máquinas fotográficas, 24 aparelhos de celular e outros objetos que nenhum dos envolvidos assumiram autoria. Com Lecão os policiais encontraram droga e um revólver calibre 9 mm de uso restrito.

Responsável por organizar a facção em todo o interior paulista, além de membro do “grupo dos 36”, formado em 2011 por “irmãos” em liberdade para coordenar as ações da facção, Amarildo e Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, são resultados de três anos de investigações.

A chácara que era alugada, fica há 1 km do perímetro urbano de Potirendaba. O local servia para reuniões de Branco com outros dois líderes da facção de cidades do interior de São Paulo e integrantes do “Grupo 36”. Os três estão entre os 175 denunciados pelo Gaeco à 1ª Vara Criminal de Presidente Venceslau (SP).

(Foto: Luiz Aranha/Arquivo Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , , , ,

Related Posts