Lula toma posse como ministro da Casa Civil

Posted by at 11:12 Comments Print

Foi empossado na manhã histórica desta quinta-feira (17), como ministro da Casa Civil, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília (DF). Sob clima tenso fora e dentro do Palácio do Planalto a presidente Dilma Rousseff assinou a posse do novo mistro.

Além de Lula, a presidente Dilma nomeou Eugênio Aragão como o ministro da Justiça. A Polícia Militar informou que mais de 2,5 mil pessoas protestaram em frente ao Palácio durante a posse do ex-presidente.

QUEBRA DE SIGILO DE LULA:

O juiz Sérgio Moro quebrou nesta última quarta-feira (16) o sigilo telefônico do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. As conversas gravadas pela Polícia Federal incluem diálogo desta quarta com a presidente Dilma Rousseff, que o nomeou como ministro chefe da Casa Civil.

No despacho em que libera as gravações, Moro afirma que, “pelo teor dos diálogos degravados, constata-se que o ex-Presidente já sabia ou pelo menos desconfiava de que estaria sendo interceptado pela Polícia Federal, comprometendo a espontaneidade e a credibilidade de diversos dos diálogos”.

Moro afirma, ainda, que alguns diálogos sugerem que Lula já sabia das buscas feitas pela 24ª fase da Operação Lava Jato no início do mês.

O advogado de Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin Martins, disse que a divulgação do áudio da conversa entre a presidente Dilma Rousseff com Lula é uma ‘arbitrariedade’ e estimula uma ‘convulsão social’.

Conversa com Dilma
Dilma: Alô
Lula: Alô
Dilma: Lula, deixa eu te falar uma coisa.
Lula: Fala, querida. Ahn
Dilma: Seguinte, eu tô mandando o ‘Bessias’ junto com o papel pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, que é o termo de posse, tá?!
Lula:  Uhum. Tá bom, tá bom.
Dilma: Só isso, você espera aí que ele tá indo aí.
Lula: Tá bom, eu tô aqui, fico aguardando.
Dilma: Tá?!
Lula: Tá bom.
Dilma: Tchau.
Lula: Tchau, querida.

O Advogado Geral da União, José Eduardo Cardozo, disse que o diálogo de Dilma, ao contrário da interpretação da oposição, não estava dando a Lula um documento para ele se livrar de possível ação policial.

Segundo o ministro, a presidente estava enviando a Lula o documento chamado termo de posse, para ele assinar. Isso porque Lula, de acordo com Cardozo, estava com problemas para comparecer à cerimônia de posse marcada para quinta-feira (17).

(Com informações Fernando Castro, Samuel Nunes e Vladimir Netto Do G1 PR e da TV Globo)

(Foto: Reprodução NBR)

 

Destaques Nacional Últimas Notícias , , ,

Related Posts