Justiça determina que prefeitura de Bady Bassitt entregue documentos de funcionário exonerado

Posted by at 12:15 Comments Print

Termina nesta terça-feira (26/03/2019), o prazo para que a prefeitura de Bady Bassitt forneça os documentos exigidos pela justiça no processo que exonerou o funcionário José Amauri Buzzi por suposto desvio de dinheiro público. A defesa pede documentação para ter a chance de provar inocência.

De acordo com o pedido da justiça, a prefeitura teria o prazo de 15 dias úteis para que fornecesse os balancetes contábeis, as notas de empenho entre janeiro de 2007 e dezembro de 2014 e os comprovantes de liquidação de despesa. Caso a prefeitura descumpra a decisão, um mandado de busca e apreensão deverá ser expedido.

“Com os documentos, defiro prova pericial sob pena de preclusão com recolhimento em 15 dias”, diz.

Buzzi que ocupava o cargo de tesoureiro nega as acusações da prefeitura de desvios de dinheiro. Ele pede a perícia por não concordar com os laudos unilaterais encomendados pela prefeitura.

O processo civil se arrasta desde 2014. Para a defesa, com a documentação Buzzi terá a chance de poder provar sua inocência, haja visto que não há provas de que os cheques teriam sido compensados em sua conta bancária.

A funcionária da prefeitura, Lilian Margarete Ferreira do Nascimento, designada como um dos membros da comissão, diz que a prefeitura já respondeu à justiça que toda a documentação já foi anexada ao processo anteriormente. “A mídia com todos os documentos já foi apresentada à justiça em 2016. O que ainda não temos são as microfilmagens dos cheques de 2007 que são de propriedade do banco e que estamos aguardando”.

(Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior)

Cidades Destaques Últimas Notícias , ,

Related Posts