Julgamento de líder de facção criminosa deixa Potirendaba em alerta

Posted by at 17:09 Comments Print

Seis meses depois, Amarildo Vanderlei Branco, um dos maiores líderes de uma facção criminosa do Estado é julgado em Potirendaba. Um forte esquema de segurança foi montado na tarde desta quinta-feira (22), em frente ao Fórum da cidade.

No dia 20 de maio deste ano, policiais da própria Força Tática invadiram uma chácara no município e prenderam sete pessoas. Eles faziam parte de uma quadrilha de traficantes que arrecadava fundos para a suposta facção. Relembre o caso aqui.

Amarildo, o segundo maior líder da quadrilha no Estado de São Paulo, já era procurado pela justiça e vivia em Potirendaba com a esposa. No dia da prisão, ele e mais seis comparsas foram presos por formação de quadrilha.

Dos sete envolvidos, apenas Branco e mais outros dois acusados permanecem presos no CDP (Centro de Detenção Provisória) de São José do Rio Preto.

As testemunhas de defesas dos réus chegaram no fórum por volta das 14h00. Marcado para começar as 14h30, o julgamento deverá durar, pelo menos, 8 horas, segundo a juíza que cuida do caso.

Ao todo serão ouvidas seis testemunhas de defesa e seis de acusação, além dos outros acusados que respondem o processo em liberdade.

Por conta da ação, seis policiais da Força Tática e diversos policiais militares de Potirendaba intensificaram a segurança na frente do prédio do fórum.

Se condenado por todos os crimes, Branco poderá pegar até 80 anos de prisão. Vale lembrar que a pena máxima no Brasil é de apenas 30 anos.

(Foto: Luiz Aranha)

Cidades Destaques Últimas Notícias ,

Related Posts